Águia de Ouro mostra lado bom e ruim da sabedoria, da invenção da roda à bomba atômica

Escola mostrou evolução do conhecimento humano, da Idade da Pedra à esperança nos robôs. Carro sobre a bomba atômica levou integrantes da comunidade japonesa e lembrou Hiroshima.

Publicado em: 26 de Fevereiro de 2020
Autor: G1
Fonte: G1

A primeira ala mostrou o homem primitivo; o último carro imaginou um futuro com robôs do bem. A Águia de Ouro tentou mostrar toda a trajetória do conhecimento humano em seu desfile no segundo dia do Grupo Especial de SP.

A escola mostrou, na madrugada deste sábado (22) os lados bom e ruim do uso da sabedoria - desde a invenção da roda até tragédias como a bomba atômica.

  • O terceiro carro lembrou o bombardeio de Hiroshima, no final. 120 pessoas fizeram uma encenação sobre a devastação. Algumas delas eram parte da comunidade japonesa de SP.
  • O carro sobre a bomba impressionou, mas o desfile terminou com tom otimista, imaginando um futuro sustentável com a tecnologia usada para o bem.
  • Tati Minerato estreou como musa na Águia de Ouro, depois de 20 anos de Gaviões da Fiel.

FOTOS: Veja como foi o desfile da Águia de Ouro

VÍDEOS: Melhores momentos do desfile da Águia de Ouro

 O nome do enredo foi "O Poder do Saber – Se saber é poder… Quem sabe faz a hora, não espera acontecer". Foi tudo contado em ordem cronológica, inclusive os momentos em que o homem usou a sabedoria para o mal.

Foi a estreia do carnavalesco Sydnei França na Águia de Ouro. Ele já fez 11 desfiles pela Mocidade Alegre, foi carnavalesco da Vila Maria e também da Gaviões da Fiel.

O desfile foi dividido em cinco setores. O primeiro falou sobre a pré-história e os primeiros passos do conhecimento, como a ala que representou o fogo, a agricultura e a roda.

 A segunda parte falou sobre a sabedoria intelectual, que levou ao desenvolvimento da comunicação e da cura. O setor não fala só de ciência, mas também da arte, da fé e até do sistema de classes, representada por faraós e escravos.

O terceiro setor mostrou inventos tecnológicos e avanços científicos. Foram representados, por exemplo, Santos Dumont e o avião, Albert Einstein e a teoria atômica. Foi neste trecho que apareceu o carro com o alerta sobre a bomba atômica e o conhecimento usado para a destruição.

O quarto setor exaltou a educação, inclusive no Brasil, com um carro em forma de escola com homenagem a Paulo Freire.

O último projetou um futuro em que a tecnologia, inclusive a dos robôs, promove valores de justiça social e sustentabilidade.

A Águia de Ouro foi a quinta das sete escolas a desfilar neste sábado. Fundada em 1976, a escola nunca foi campeã do Grupo Especial do carnaval paulista.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.