Domingo,
26 de Setembro de 2021

Morador de rua é encontrado morto na região do Parque Dom Pedro II, no Centro de SP; PM diz que frio pode ser a causa da morte

CGE registrou média de 8ºC na cidade na manhã desta segunda (19). O corpo do homem foi encontrado sem vida por volta das 5h e a morte foi atestada por socorristas do Samu. Em junho, sete moradores de rua morreram por causa das baixas temperaturas na cidad

Autor: Moniele Nogueira, Bom Dia SP e G1 SP — São Paulo

Fonte: SP e G1 SP — São Paulo

Publicado em 19 de Julho de 2021 (Atualizado Há 2 meses atrás)

Legenda: Policial Militar fotografa local onde morador de rua foi encontrado morto na manhã desta segunda-feira (19), no Centro de SP.

Autor da Foto: Moniele Nogueira/TV Globo

Um morador em situação de rua foi encontrado morto por volta das 5h desta segunda-feira (19) nas imediações do Terminal Parque Dom Pedro II, no Centro de São Paulo.

O corpo foi encontrado por pessoas que passavam na região e chamaram o Samu para fazer o atendimento. Ao chegarem no local, os socorristas registraram a morte da vítima.

Segundo a Polícia Militar, só a perícia poderá atestar o motivo da morte, mas a principal hipótese é que o homem tenha sofrido problemas relacionados ao frio, já que a cidade de São Paulo enfrentou uma madrugada de temperaturas muito baixas.

Segundo o Centro de Gerenciamento de Emergências (CGE), a rede de estações meteorológicas da Prefeitura de São Paulo registrou a média de 8ºC na cidade na manhã desta segunda-feira (19).

Os bairros de Capela do Socorro e Marsilac, no extremo sul da cidade, observam 2ºC e 1ºC, respectivamente.

A ocorrência será registrada na região do 1º Distrito Policial da Sé, encarregado dos registros policiais na região. Até as 08h20, o corpo permanecia no local a espera dos peritos da Polícia Civil.

Outras vítimas do frio em SP

No final de junho, o Movimento Estadual dos Moradores em Situação de Rua denunciou ao G1 que sete moradores de rua haviam morrido na cidade de São Paulo na última semana do mês, por conta do rigoroso frio na capital paulista.

Segundo o movimento, quatro dessas mortes ocorreram na madrugada de 30 de junho, registrada até então como a mais fria dos últimos cinco anos na cidade, quando os termômetros no município chegaram a 6º C.

Ainda de acordo com o movimento, três dos moradores estavam na Praça da Sé, um na Baixada do Glicério, um próximo ao Metrô Tiradentes, na região central da cidade, e dois na Barra Funda, na Zona Oeste.

Por causa do inverno rigoroso, a Prefeitura de SP iniciou mais cedo neste ano o plano anual que acolhe moradores de rua no frio. O programa 'Baixas Temperaturas 2021' começou no final de abril e fica em vigor até 30 de setembro.

Ele prevê a intensificação da abordagem a moradores de rua expostos ao frio e aos temporais sempre que a temperatura na cidade atingir o patamar igual ou inferior a 13ºC, ou sensação térmica equivalente.

Previsão do tempo para a semana em SP

A partir desta segunda-feira (19) a temperatura fica estável na capital. A semana começa ensolarada e com o tempo seco. Os termômetros variam entre 8°C e 20ºC.

Os índices de umidade podem atingir valores próximos aos 30% no período da tarde, segundo o Centro de Gerenciamento de Emergências Climáticas (CGE) da prefeitura. A Organização Mundial da Saúde (OMS) estima que a boa qualidade do ar esteja em torno dos 60%.

A sensação geral deve ser de frio na Grande São Paulo. A chegada de uma massa de ar polar deve causar uma queda nas temperaturas e deixar o tempo mais seco, o que piora a qualidade do ar e favorece a formação de queimadas.

Já a terça-feira (20) deve começar gelada, com termômetros oscilando em torno dos 6°C. O dia permanece ensolarado, mas com sensação de frio.

A temperatura máxima não deve passar dos 18ºC, e a umidade relativa do ar deve ficar em torno dos 30%.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Seu comentário aguardará aprovação antes de ser publicado no site

Sem Comentários