Quarta - Feira,
26 de Janeiro de 2022

Morre Frank Williams, dono histórico da equipe inglesa de Fórmula 1

Autor: Do UOL, em São Paulo

Fonte: UOL - SP

Publicado em 29 de Novembro de 2021 (Atualizado Há 2 meses atrás)

Legenda: Frank Williams

Autor da Foto: Divulgação

Ex-piloto, mecânico e fundador de equipe de Fórmula 1, Frank Williams morreu hoje (28) aos 79 anos. Ele foi dono e chefe da Williams Racing, uma das maiores equipes da categoria e nove vezes campeã do Mundial de Construtores, e virou uma lenda do automobilismo após tantas décadas no esporte.

O falecimento foi anunciado pela própria Williams, via redes sociais, mas a causa da morte foi mantida sob sigilo. "Sentimos a mais profunda tristeza pela morte de Sir Frank Williams. Sua vida foi movida pela paixão pelo automobilismo, seu legado é incomensurável e fará parte da F1 para sempre. Conhecê-lo foi uma inspiração e um privilégio. Ele deixará muita, muita saudade", escreveu o perfil oficial.

Ainda de acordo com a equipe, Frank deu entrada em um hospital na última sexta-feira (26) e "faleceu em paz nesta manhã, cercado por sua família".

Frank Williams nasceu na Inglaterra em 1942 e teve curta carreira como piloto e mecânico antes de fundar sua primeira equipe de automobilismo aos 24 anos, nos Anos 1960. A Frank Williams Racing Cars estreou na Fórmula 1 em 1969 e disputou sete temporadas sem nenhum resultado muito expressivo. Nos anos seguintes a equipe promoveu a estreia na F1 do piloto José Carlos Pace, brasileiro que hoje batiza o Circuito de Interlagos, em São Paulo.

A equipe sofreu várias mudanças a partir da entrada de um milionário canadense no negócio, em 1976, e por fim Frank Williams perderia o posto de chefe e sairia do projeto de uma vez por todas para recomeçar do zero —desta vez na Williams, que até hoje disputa a F1.

Com a nova equipe já consolidada e bicampeã da Fórmula 1, Frank sofreu um acidente que mudaria sua vida para sempre em março de 1986. A equipe vivia os preparativos para a temporada daquele ano e, após acompanhar os testes de um novo carro, ele se acidentou pouco depois de deixar o circuito de Paul Ricard, na França. O dono da Williams ficou paraplégico e passou a utilizar uma cadeira de rodas.

Foi correndo pela Williams Racing que Ayrton Senna sofreu acidente fatal em 1994. Ele chegou a ser acusado de homicídio culposo, mas foi inocentado pela Justiça italiana. Questionado sobre a tragédia, demonstrava carregar algum peso pela morte do piloto brasileiro. "O funeral de Senna foi a maior demonstração de amor, simpatia e respeito que já vi", dizia Frank Williams.

Frank Williams teve sucesso que extrapolou o nicho do automobilismo e foi nomeado cavaleiro pela Rainha Elizabeth, em 1999. Ele seguiu como chefe da Williams até 2012, quando passou o bastão para a filha Claire, mas a família viria a vender sua participação na equipe para um grupo de investidores em 2020.

Nas pistas, a Williams e as demais equipes da Fórmula 1 voltam a correr nesta sexta-feira (3), nos primeiros treinos livres do GP da Arábia Saudita, o penúltimo do ano. A semana deve ser recheada de homenagens a Frank Williams, uma lenda do automobilismo.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Seu comentário aguardará aprovação antes de ser publicado no site

Sem Comentários