Adapec apreende três toneladas de queijos clandestinos impróprios para o consumo

A comercialização de produtos de origem animal clandestinos é proibida por acarretar danos à saúde pública

Publicado em: 28 de Julho de 2020
Foto Por: Adapec-Governo do Tocantins
Autor: Dinalva Martins-Governo do Tocantins
Fonte: Ascom
Carga clandestina de queijo é apreendida na região central do Tocantins

Com o apoio da Polícia Rodoviária Federal (PRF), a Agência de Defesa Agropecuária (Adapec) apreendeu três toneladas de queijos clandestinos, na tarde desta segunda-feira,27, no município de Paraíso.

 

O condutor da carga foi multado em R$ 4,5 mil e os produtos apreendidos serão inutilizados no aterro sanitário. Segundo o infrator, a carga era oriunda do estado do Pará com destino ao estado de Goiás.

 

De acordo com o inspetor de defesa agropecuária, que acompanhou toda a ação, Alexandre Galvan Barbosa Ferraz, a PRF ao fazer a abordagem verificou que havia queijo na carga, com isso, acionou a Agência para que procedesse com a fiscalização.

 

"Os queijos estavam acondicionados de forma irregular, sem estrutura adequada, além disso, apresentavam contaminação aparente, deixando comprovado que foi fabricado sem as mínimas condições higiênico-sanitárias", avaliou.

 

Outro grave problema era a falta de registro no serviço de inspeção: não continha rótulos, nem mesmo as especificações do produto.

 

"Nossas barreiras fixas e móveis estão atentas, pois não podemos colocar em risco a saúde dos consumidores com alimentos contaminados. O carregamento era todo de origem clandestina", disse o gerente de inspeção animal da Adapec, Antônio Caminha.

A ação contou com a colaboração da barreira volante da Adapec de Paraíso.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.