Produção de cana-de-açúcar perde espaço no Tocantins

Publicado em: 01 de Fevereiro de 2020
Foto Por: Mapa/Divulgação
Autor: DANIEL MACHADO DE BRASÍLIA (DF)
Fonte: Norte Agropecuário
Mesmo com a redução do VBP da cana-de-açúcar de 2019, o Tocantins segue sendo disparado o maior produtor da cultura na região Norte do País, com 67,58% dos R$ 402,38 milhões

Em valores nominais, a redução ficou em R$ 24,80 milhões. De 2017 para 2018, o VBP da cana de açúcar tocantinense também reduziu significativamente – mais de R$ 37,7 milhões. Valor da produção cai 9,11% em 2019 na comparação com 2018; mesmo assim, Estado lidera cultura na região norte.

 

Pelo segundo ano consecutivo, a lavoura de cana-de-açúcar do Tocantins perdeu espaço em 2019. A apuração do Norte Agropecuário leva em conta a tabela oficial divulgada pelo Departamento de Financiamento e Informação, da Secretaria de Política Agrícola do Mapa (Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento) com o VBP (Valor Bruto da Produção agropecuária) do Brasil e de todas as unidades da federação.

 

O VBP é o PIB da agropecuária, ou seja, a soma de todas as riquezas produzidas no campo. Em 2019, o VBP da cana-de-açúcar do Estado ficou em R$ 272,27 milhões, valor 9,11% menor do que os R$ 297,03 milhões registrados em 2018.

 

Em valores nominais, a redução ficou em R$ 24,80 milhões. De 2017 para 2018, o VBP da cana-de-açúcar tocantinense também reduziu significativamente – mais de R$ 37,7 milhões.

 

Mesmo com a redução do VBP da cana-de-açúcar de 2019, o Tocantins segue sendo disparado o maior produtor da cultura na região Norte do País, com 67,58% dos R$ 402,38 milhões.

Cana-de-açúcar na Região Norte:

RO – R$ 4.728.391

AC – R$ 8.290.117

AM –R$ 23.987.807

RR – R$ 348.011

PA – R$ 92.865.432

AP – R$ 392.125

TO – R$ 272.227.065

Total região norte – R$ 402.838.947

 

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.