Accioli desafia seguidores a fazer dribles no ritmo da música durante isolamento

Com a bola no pé durante a quarentena, o atacante do Tricolor teve a ideia de lanças o desafio para ajudar a passar o tempo dentro de casa

Publicado em: 08 de Abril de 2020
Foto Por: Reprodução
Autor: Globoesporte.com — Palmas
Fonte: Globoesporte.com — Palmas
Vídeo foi postado pelo atacante nas redes sociais

O atacante do Palmas Thiago Accioli e atual artilheiro do Tocantinense, postou um vídeo nas redes sociais lançando um desafio para os seguidores. A brincadeira consiste em seguir os dribles do jogador conforme o ritmo da música. Com o campeonato Tocantinense paralisado por causa do novo coronavírus, o atacante disse que a ideia busca trazer um maior contato com os torcedores.

- Então a ideia surgiu a partir de outros desafios da internet, que eu adaptei para aquilo que mais gosto de fazer, que é me divertir com a bola nos pés. Mesmo antes, sempre gostei de criar essas coisas com a bola e meus amigos que tentam fazer não conseguem (risos), então achei que seria legal divulgar nas redes sociais, para que os torcedores e quem me acompanha também pudessem tentar e assim se divertir estando em casa.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda a quarentena como a melhor forma de evitar o contágio e a disseminação do novo coronavírus. Accioli disse que a iniciativa também seria uma forma de lazer para distrair a mente e uma estratégia para dar continuidade aos treinamentos de uma forma divertida dentro de casa.

- Acho que os desafios me aproximam das pessoas que conseguem ver um pouco do que eu tenho feito em casa pra me divertir durante a quarentena. Também é uma forma de distrair a mente e exercitar o corpo, sem sair de casa. Nesse momento em que as notícias são "pesadas", e todos os campeonatos estão parados, essa brincadeira pode ajudar

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.