Sábado,
04 de Dezembro de 2021

Análise: reservas do Palmeiras fazem ótimo papel, e Abel ganha opções valiosas para decisão

Setor ofensivo se destaca no empate com o líder e retoma confiança para final da Libertadores

Autor: Fabricio Crepaldi — São Paulo

Fonte: GE — São Paulo

Publicado em 24 de Novembro de 2021 (Atualizado Há 1 semana atrás)

Legenda: Wesley comemora primeiro gol do Palmeiras: atacante teve boa atuação

Autor da Foto: Marcos Ribolli

Os reservas do Palmeiras fizeram um excelente papel no empate em 2 a 2 com o Atlético-MG, nesta terça-feira, no Allianz Parque. Se o jogo valia para buscar um espaço na final da Libertadores, no sábado, contra o Flamengo, alguns jogadores aproveitaram muito bem a oportunidade no último teste antes da decisão.

Isso aconteceu principalmente no setor ofensivo. Diante do líder e do quase campeão do Brasileirão, o Palmeiras conseguiu criar chances, desperdiçou pênalti e até gol sem goleiro.

Mais notícias do Palmeiras:
+ "Três gols parecidos, um anulado", diz Verdão
+ João Martins ironiza: "VAR só funciona às vezes"
+ Jorge e auxiliar de Abel discutem no banco
+ Atuações: veja as notas dos jogadores

As opções para mudar o jogo em uma necessidade no segundo tempo talvez fossem as que Abel Ferreira mais precisava recuperar a confiança. E foram justamente esses jogadores que mais se destacaram.

Wesley, com muita velocidade pelos lados e um gol de muita categoria, foi o maior destaque do Palmeiras. Pouco utilizado por Abel nos últimos tempos, ele mostrou ao treinador que pode ser opção importante contra o Flamengo.

E aí entra um componente de superstição também. No último jogo antes da final da Libertadores de 2020, contra o Vasco, o Palmeiras empatou em 1 a 1, com reservas em campo. O autor do gol? Breno Lopes. O que aconteceu na decisão contra o Santos todo mundo já sabe...

Wesley e Gabriel Veron tiveram ótima movimentação no ataque, sempre com velocidade pelos lados do campo. Foram boas alternativas de escape do Palmeiras na partida.

Quem também se destacou foi Deyverson. Pilhado como sempre, exagerou nas discussões e simulações. Mas mesmo assim foi bem eficiente como centroavante, tanto nas jogadas aéreas quanto por baixo. Fez um gol, abriu espaços, brigou e segurou os zagueiros...

Essas características, neste momento, só ele pode dar ao Palmeiras, já que Luiz Adriano está totalmente em baixa e dificilmente terá chances contra o Flamengo.

Assim como Wesley, que traz ao ataque uma possibilidade de jogada individual e drible que o atual time titular não tem com tanta frequência.

Danilo Barbosa, que foi mais um terceiro zagueiro do que volante, foi outro que teve atuação bem regular pelo Palmeiras.

Vale destacar também a recuperação que os reservas do Verdão tiveram. Após uma atuação horrível contra o São Paulo, na semana passada, o ótimo jogo contra o líder Atlético-MG traz de volta a confiança a esses jogadores no momento mais importante da temporada.

O Brasileirão faz parte do passado. O foco agora é a final da Libertadores. Certamente Abel Ferreira já tem o seu time definido para enfrentar o Flamengo. Mas também o jogo desta terça-feira "devolveu" opções ao treinador que andavam baixas e podem ser bem valiosas no sábado.

+ Leia mais notícias sobre o Palmeiras

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Seu comentário aguardará aprovação antes de ser publicado no site

Sem Comentários