Câmara de Araguaína aprova por unanimidade projeto que dá descontos de até 35% no IPTU

Prefeitura garante “série de benefícios” a MEI’s

Publicado em: 07 de Janeiro de 2021
Foto Por: Marcos Sandes/Ascom PM Araguaína
Autor: Cleber Toledo
Fonte: Cleber Toledo
Araguaína, a capital econômica do Tocantins

A Câmara de Araguaína aprovou, por unanimidade, nessa quarta-feira, 6, o Projeto de Lei Complementar Municipal nº 001/2021, do prefeito Wagner Rodrigues (SD), que trata de descontos na base de cálculo do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU). Na prática, a lei vai garantir descontos de até 35% no pagamento do IPTU para os exercícios fiscais de 2021 a 2024. Além disso, faz algumas alterações no Código Tributário Municipal.

 

Cidade que incentiva o empreendedorismo

Wagner disse que é importante lembrar que Araguaína é conhecida nacionalmente como uma cidade que incentiva o empreendedorismo. “Inclusive foi a primeira do país a decretar a liberdade econômica em junho de 2019. De lá para cá, o código tributário araguainense sempre se atualiza à legislação federal, fortalecendo cada vez mais o empreendedorismo local”, explicou o prefeito.

 

Benefícios aos MEI’s

Conforme a prefeitura, o novo texto garante, por exemplo, uma série de benefícios aos microempreendedores individuais (MEI’s), entre elas, a manutenção do custo zero para o pagamento das taxas municipais.  O município ainda diz que as medidas do projeto se estendem também a todos os contribuintes, sendo pessoas físicas ou jurídicas, em relação ao alvará de licença, que estende para um ano o prazo de validade do documento obrigatório. 

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.