Quarta - Feira,
05 de Maio de 2021

Derrota não apaga o bom trabalho do Coritiba, mas evidencia a necessidade de ajustes; análise

Morínigo precisa fortalecer a defesa, aumentar o poder de criação e pôr fim à oscilação; Wellington Carvalho e Waguininho talvez sejam os jogadores com a titularidade mais ameaçada

Autor: Fernando Freire — Curitiba

Fonte: GE — Curitiba

Publicado em 04 de Maio de 2021 (Atualizado Há 1 dia atras)

Legenda: Atuação do Coritiba evidencia a necessidade de alguns ajustes

Autor da Foto: Coritiba

derrota para o FC Cascavel não vai jogar fora todo o (bom) trabalho feito pelo Coritiba até agora. Mas o resultado e a atuação de segunda-feira deixam claro que o time precisa de ajustes para a reta final do estadual e, principalmente, para a Série B do Campeonato Brasileiro.

O Coritiba x FC Cascavel poderia ter valido a liderança se o clube do interior não tivesse perdido seis pontos no Tribunal. De qualquer forma, o time de Tcheco é uma das equipes mais equilibradas do estadual e está invicto (agora com cinco vitórias e três empates).

Apesar do cenário desafiador, havia muita expectativa sobre o Coritiba, já que Morínigo repetia a escalação do 5 a 0 sobre o Paraná Clube. O Coxa, porém, deixou muitos espaços atrás (principalmente na frente da área), criou pouco e oscilou - mais uma vez - dentro da partida.

No primeiro tempo, o Coritiba teve apenas duas chances: em um cruzamento perigoso de Igor para fora e em um cabeceio à queima-roupa de Waguininho defendido pelo goleiro. Já o FC Cascavel marcou o gol e assustou outras quatro vezes - três delas em chutes de fora.

O Coritiba esboçou uma reação na etapa final, e Léo Gamalho marcou o sexto gol no sexto jogo com a camisa alviverde. O time, porém, falhou duas vezes atrás. Primeiro, a defesa deu espaços; depois, Luciano Castán marcou um gol contra bizarro - veja o gol e todos os lances aqui.

A atuação evidenciou a necessidade de ajustes. Morínigo precisa acertar a marcação, aumentar o poder de criação e, principalmente, pôr fim à oscilação nas partidas. Hoje, Wellington Carvalho e Waguininho talvez sejam os jogadores com a titularidade mais ameaçada.

O próximo desafio do Coritiba será o clássico contra o Athletico, em jogo adiado da sétima rodada do Campeonato Paranaense. O Atletiba será na quinta-feira, às 17h40, na Arena da Baixada.

- Nosso planejamento está intacto. Não duvidamos do que estamos fazendo. Claro que nos dói perder no nosso estádio, é um local que respeitamos muito. Eles (do FC Cascavel) aproveitaram as chances, e não conseguimos dar a volta. É manter a calma, seguir trabalhando e não duvidar. A responsabilidade é toda minha. Assim, os jogadores têm que estar bem, seguir trabalhando, ir adiante e nada mais - falou o treinador.

Qual é o time ideal do Coritiba para o Atletiba? Acesse o VC escala e escolha os 11 titulares.

Além do clássico, o Coritiba também enfrenta Londrina (fora), Cianorte (casa) e Rio Branco-PR (fora) nesta reta final de primeira fase. Os oito primeiros avançam; os quatro melhores decidem em casa.

Mais notícias do esporte paranaense em ge.globo/pr

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Seu comentário aguardará aprovação antes de ser publicado no site

Sem Comentários