Em jogo solidário no TO, torcedor posa ao lado de Luiz Fernando e faz gesto do "cheirinho"

Luiz Fernando marcou dois gols e a partida terminou empatada por 4 a 4. O meia pertence ao Botafogo e tem contrato com o clube carioca até 2021

Publicado em: 19 de Dezembro de 2018
Foto Por: Edson Reis/ GloboEsporte.com
Autor: GloboEsporte.com, Palmas, TO
Fonte: GloboEsporte.com, Palmas, TO
Luiz Fernando (esq) e torcedor Jefter Elizier de Paula (dir)

Luiz Fernando, meia do Botafogo, participou de uma partida solidária em Palmas (TO) na noite desta terça-feira (18), ao lado de Ricardo Lopes, Flávio Conceição, entre outros.

 

Antes da partida Luiz Fernando tirou fotos com torcedores do Botafogo e distribuiu autógrafos. Um dos torcedores não perdeu a oportunidade de cutucar o Flamengo com o gesto do “cheirinho”. O torcedor é Jefter Elizier de Paula.

 

- O Flamengo é o nosso arquirrival. E fez àquele gesto cômico lá, do cheirinho, eliminado as possibilidades do Flamengo conquistar o título, isso foi cômico (risos) - afirmou Jefter Elizier de Paula.

Luiz Fernando foi questionando se iria fazer o “cheirinho” quando marcasse durante a partida solidária, mas disse que a brincadeira ficou no passado.

- Foi um motivo de brincadeira, nada demais não. Foi só para brincar mesmo - afirmou.

A polêmica aconteceu na vitória do Flamengo por 3 a 1 no último dia 10 de fevereiro. O atacante entrou no segundo tempo, marcou o terceiro gol e recordou uma antiga provocação rubro-negra.

Luiz Fernando marcou dois gols na partida, que é organizada pela AABB de Palmas. O jogo terminou empatado por 4 a 4. Sobre o ano no Botafogo, o meia disse que foi de aprendizado.

- Eu fui firmando e depois consegui uma sequência muito boa de jogos pela equipe. Espero melhorar mais nesse próximo ano para ajudar a Botafogo – concluiu. O meia tem contrato com clube carioca até 2021.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.