Embaixada do Flamengo em Palmas promove campanha de doação de sangue para hemocentro

As doações começam na próxima segunda-feira (22) seguindo as regras de distanciamento social

Publicado em: 22 de Junho de 2020
Foto Por: Alexandre Andrade/FlaPalmas
Autor: Globo Esporte.com, Palmas, TO
Fonte: Globo Esporte.com, Palmas, TO
Embaixada organiza campanha de doação de sangue

A Embaixada do Flamengo em Palmas está lançando uma campanha de doação de sangue para o hemocentro na próxima segunda-feira (22). O projeto “Campanha #Pelavida” vai incentivar os torcedores a participar de uma ação a favor do junho vermelho, que tem como objetivo o aumentar os estoques de bancos de sangue nesta época do ano.

 

O vice-presidente do FlaPalmas, Alexandre Andrade, explica como os torcedores e a comunidade esportiva pode participar da doação.

 

-A pessoa, ao chegar no hemocentro, terá que se identificar e dizer que é para uma doação para o FlaPalmas. Ela poderá tirar uma foto no ato da coleta de sangue e estar enviando para os nossos números ou nas nossas redes sociais.

 

O vice-presidente ressaltou que a embaixada vem fazendo a campanha de doação de sangue anualmente, mas que desta vez será diferente. Por causa da pandemia do novo coronavírus, as doações terão que ser agendadas. A mudança é para evitar aglomerações de pessoas e manter o distanciamento social.

 

-Este será um pouco diferente porque o hemocentro está trabalhando via agendamento por conta da Covid. Então a gente vai deixar isso bem claro na campanha, cada um em um horário, não pode ter aglomeração lá dentro. A gente vai deixar aberto, a partir de segunda-feira, eu já liguei no hemocentro e avisei. Porém nestas duas semanas corridas, a pessoa terá que agendar. Faz a doação, faz as fotos e manda para a gente.

 

O hemocentro de Palmas está com estoques reduzidos desde o início da pandemia. De acordo com dados da Secretaria de Saúde do Tocantins, as doações de sangue no estado reduziram 30% em comparação ao mesmo período do ano passado.

 

A campanha vai até o dia 4 de julho, data do “Dia D”. A embaixada espera arrecadar o maior número de doações neste dia.

 

-No dia 4, a gente irá ficar do lado de fora do hemocentro, não poderá ficar lá dentro aglomerado, e cada um no seu horário vai fazer a sua doação lá dentro- concluiu Alexandre.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.