Flamengo corre com Léo Pereira pela Recopa e não joga toalha por Bruno Henrique

Lesão de Rodrigo Caio faz com que clube acelere recuperação de zagueiro visando final de quarta-feira. Atacante fará tratamento em três períodos por “milagre”

Publicado em: 21 de Fevereiro de 2020
Foto Por: REUTERS/Daniel Tapia
Autor: Cahê Mota e Felipe Schmidt — Rio de Janeiro
Fonte: Globo Esporte
Bruno Henrique, gol, lesão, Independiente del Valle x Flamengo

As lesões de Bruno Henrique e Rodrigo Caio desencadearam uma operação especial no departamento médico do Flamengo, de olho no jogo de volta da Recopa Sul-Americana, na próxima quarta-feira, no Maracanã.

+ Exame aponta lesão no joelho de Bruno Henrique, e jogador está vetado até nova avaliação

A presença de Bruno Henrique é considerada improvável, quase impossível. Mas o Flamengo não descarta completamente a presença do atacante e vai fazer de tudo para colocá-lo em condições. Para isso, o jogador irá realizar tratamento em três períodos, inclusive em casa, com exercícios e equipamentos. Ele tem uma lesão no ligamento colateral lateral do joelho direito.

Léo Pereira acelera recuperação

Na outra frente, o departamento médico vai tentar acelerar a recuperação de Léo Pereira. O zagueiro sofreu uma lesão na região posterior da coxa esquerda na vitória sobre o Fluminense, pela semifinal da Taça Guanabara, há oito dias. Desde então, vem fazendo tratamento em três períodos para se recuperar. Nesta semana, iniciou trabalhos físicos leves.

Nesta sexta-feira, Léo Pereira passará por nova avaliação. O elenco do Flamengo volta a treinar no Ninho do Urubu após a partida contra o Independiente Del Valle. Rodrigo Caio, por sua vez, está descartado para a final da Recopa.

Por enquanto, o técnico Jorge Jesus tem confirmados como opções para a zaga Gustavo Henrique, Thuler, Matheus Dantas e Rafael Santos. Os dois primeiros devem ser titulares na partida contra o Boavista, pela final da Taça Guanabara, no sábado.

 

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.