Games: tocantinense Igor Drakonz comemora ano fantástico no Fortnite

São 13 campeonatos conquistados em 2019, e é o brasileiro que mais venceu, além de ficar na posição de número 75 no Mundial de Fortnite

Publicado em: 28 de Dezembro de 2019
Foto Por: Reprodução/YouTube Cloud9
Autor: Globoesporte.com, Palmas, TO
Fonte: Globoesporte.com, Palmas, TO
Igor "Drakonz" faturou o prêmio de melhor atleta de Battle Royale (Fortnite), do eSports Brasil 2019

Um dos atletas mais conhecido do Fortnite, Igor Fernandes "Drakonz", de 22 anos, é de Gurupi, região sul do Tocantins. De férias no Estado, "Drakonz" conversou com o GloboEsporte.com nesta sexta-feira (27) e comemorou o ano fantástico no mundo dos games. São 13 campeonatos conquistados em 2019, e é o brasileiro que mais venceu, além de ficar na posição de número 75 no Mundial de Fortinite.

- Comecei a jogar há uns cinco anos, mas só comecei a gostar do jogo quando surgiu mais campeonatos e passou a ter visibilidade. 2019 foi um ano que mudou muito minha vida, não só como jogador, mas na vida particular também. Não imaginava que ia ser tão assim, uma explosão. Fui perceber que estava tão bem durante o Brasil Game Show, quando vi várias pessoas se aproximando de mim. Teve momentos que tiver que circular de máscara para conseguir sair do lugar – contou o jogador.

Igor nasceu em Gurupi e morou na cidade tocantinense até os 18 anos, depois se mudou para Macaé (RJ) e em seguida foi para São Paulo.

- Eu sou muito grato ao Tocantins. Quando morava aqui, eu não tinha tanto acesso aos grandes centros com grandes jogadores. Mesmo assim eu nunca deixei de buscar. Eu sempre cito o Tocantins nas premiações.

Igor "Drakonz" faturou o prêmio de melhor atleta de Battle Royale (Fortnite), do eSports Brasil 2019. A premiação é uma iniciativa do Grupo Globo em parceria com a Go4lt. Após o fantástico 2019, o atleta já faz planos para 2020.

- Eu penso em me manter, crescer mais. Em 2019, eu estava mais focado nos campeonatos. Nesse próximo ano, quero seguir sendo um bom jogador, crescer e se tornar uma personalidade. Esse foi ano da explosão – concluiu.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.