Horário para celular e concentração; Veja como o Capital (Ricanato) se prepara para Copinha

O Capital (Ricanato) está no grupo 23, ao lado de River-PI, Atletico-MG e Taubaté. O rubro-negro tocantinense estreia contra o Taubaté

Publicado em: 31 de Dezembro de 2019
Foto Por: Capital/Divulgação
Autor: Globoesporte.com, Palmas, TO
Fonte: Globoesporte.com, Palmas, TO
Time treina visando estreia na Copinha

O Capital (Ricanato) estreia na Copinha nesta sexta-feira (3), às 13h, contra o Taubaté-SP, e sonha com um feito inédito: avançar à fase seguinte. Para isso, o time vem treinando todos os dias e agarotada tem até horário para utilizar o telefone celular, conforme o técnico da equipe, Ricardo Pagani.

- Estamos bem alojados e a comissão está bem, bem unida. A concentração é grande, os meninos não dormem com celular. Os celulares são retirados às 21h, e entrego no dia seguinte só após o café, para gente garantir realmente o descanso e a concentração. Sabemos que o celular tira o foco e estamos fazendo tudo que podemos para fazer uma boa apresentação.

- Depois do jogo contra o Cruzeiro [amistoso], percebemos que os atletas estão com disposição de vestir a camisa do clube, de uma forma bem representativa. Somos a equipe mais jovem da chave, e no Capital eu aprendi que todos os jogos, se jogam como uma final e é assim que jogaremos a competição até a nossa permanência. Nossa preparação tem sido muito boa, a gente vem treinando todos os dias - concluiu.

O Capital (Ricanato) está no grupo 23, ao lado de River-PI, Atletico-MG e Taubaté. O rubro-negro tocantinense estreia contra o Taubaté.

Capital (Ricanato) tenta feito inédito em terceira participação na Copa São Paulo

O Capital esteve presente nas edições de 2018 e 2019. Na primeira participação terminou em último no grupo 6, no ano seguinte o time também terminou em último no grupo 17.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.