Quarta - Feira,
26 de Janeiro de 2022

Ibrahimovic confirma que provocou Lukaku citando mãe e ritual vodu: Causei dano onde dói mais

Astro sueco diz que conseguiu tirar belga do controle e insinua que lesão sofrida pode ter relação com a discussão em dérbi em janeiro

Autor: Redação do ge — Milão, Itália

Fonte: ge — Milão, Itália

Publicado em 01 de Dezembro de 2021 (Atualizado Há 2 meses atrás)

Legenda: Lukaku e Ibrahimovic discutem no fim do primeiro tempo do clássico entre Inter e Milan pela Copa da Itália

Autor da Foto: Daniele Mascolo/Reuters

Ex-companheiros nos tempos de Manchester United, Ibrahimovic e Lukaku chamaram a atenção ao ter uma discussão intensa em pleno gramado durante o dérbi entre Milan e Inter, em janeiro deste ano. Na ocasião, a imprensa local destacou que o belga se irritou por ouvir o sueco debochar de rituais vodus que seriam praticados pela mãe de Lukaku. E a hipótese foi confirmada por Ibra em entrevista publicada pelo "Corriere della Sera" nesta quarta.

Em longo papo com o jornal italiano, na véspera do lançamento de seu livro "Adrenalina", o atacante do Milan foi questionado sobre a rivalidade com Lukaku e a discussão no confronto no San Siro. Ibra, então, disse que citou os rituais vodus de propósito, sabendo que ofenderia o adversário - na época, os relatos foram de que o veterano usou a frase "Vá para o seu vodu de m...".

Ele me atacou a nível pessoal, foi um choque. Tínhamos sido companheiros, e ele nunca aceitou a aposta de 50 libras por cada domínio. Ele tem um grande ego, mas eu cresci no gueto e se alguém ataca, eu respondo. E assim causei dano onde mais dói nele: os rituais de sua mãe. E ele perdeu o controle."

— Ibrahimovic, atacante do Milan, sobre Lukaku

A aposta citada por Ibra teria sido feita nos tempos de United. Na época, Lukaku chegou como uma promessa que tinha mostrado bom desempenho no Everton, enquanto o sueco já era um atacante veterano. Então, de acordo com Ibrahimovic, ele teria apostado 50 libras a cada domínio correto que o belga fizesse nos treinos - algo que Lukaku rechaçou.

O veterano de 38 anos ainda lembrou uma lesão que sofreu cerca de um mês depois do dérbi do dia 26 de janeiro, ficando parado por duas semanas. E insinuou que o problema físico poderia ter relação com a discussão.

- E me ficou uma dúvida: aquele dérbi nós perdemos, e depois, eu me lesionei. E se a questão do vodu fosse verdade? Tenho uma conta pendente com ele, vamos ver se nos encontramos, em campo. Mas não odeio ninguém, e a ele também não - disse Ibrahimovic.

Logo depois da intensa discussão com Lukaku, Ibra foi acusado de racismo e intolerância religiosa pela citação aos rituais vodus, que são tradicionais em diferentes regiões da África - os pais do atacante belga são congoleses. Na ocasião, o sueco foi às redes sociais para dizer que "não há espaço para racismo" em seu mundo e que "todos são da mesma raça".

Ao falar dos rituais vodus, Ibra fez referência a um episódio de 2018, no qual Farhad Moshiri, dono do Everton, ex-clube de Lukaku, afirmou que o jogador havia recusado as propostas de renovação do time após seguir as orientações da mãe. Segundo Moshiri, ela teria aconselhado o filho a não assinar o contrato depois de ouvir uma mensagem em um ritual vodu.

Moshiri ainda disse que a mesma mensagem havia indicado que o atacante deveria se transferir para o Chelsea - Lukaku foi para o Manchester United no meio de 2017. Posteriormente, o jogador afirmou que iria processar o dono do Everton.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Seu comentário aguardará aprovação antes de ser publicado no site

Sem Comentários