Na reta final de estadual, Gurupi corre atrás de equilíbrio para avançar às semi

Maior vencedor do Tocantinense com seis taças, Camaleão do Sul terá quatro partidas até o fim da primeira fase para manter vivo do sonho do heptacampeonato

Publicado em: 19 de Maio de 2018
Foto Por: Reprodução/TV Anhanguera
Autor: Globo Esporte TO
Fonte: Globo Esporte TO
Gurupi busca equilíbiro para avançar no estadual

A palavra de ordem no Gurupi é equilíbrio. Depois da derrota de virada por 2 a 1 sofrida diante do Sparta, o time comandado por Wladimir Araújo trabalha para diminuir os erros e voltar a zona de acesso às semifinais do estadual. Com o fechamento da décima rodada, - a qual o time não entrou em campo - o Camaleão do Sul ficou na lanterna da disputa com 11 pontos.

- A gente faz um primeiro tempo muito bom e depois no segundo tempo não conseguimos ter aquela mesma consistência. A gente conversou bastante, cobramos os jogadores e esperamos que agora a gente possa buscar esse equilíbrio de fazer os dois tempos bons e buscar a vitória. Isso é o que a gente precisa – disse o técnico da equipe relembrando o último jogo, disputado na nona rodada, dentro de casa.

Maior vencedor do Tocantinense, com seis taças, o Gurupi terá quatro partidas até o fim da primeira fase para manter vivo do sonho do heptacampeonato. A começar contra um forte Interporto que está invicto na competição. Para esse duelo fora de casa, o time contará com a volta do suspenso Leandro Bulhões.

- A gente volta bastante concentrado sabendo da importância que é buscar uma vitória na casa do Interporto. A gente sabe da dificuldade que vai ser, mas nossa equipe está fazendo um bom trabalho para voltar com tudo para buscar essa vitória fora de casa – falou Leandro, volante e capitão do Gurupi.

As equipes entram em campo na próxima quarta-feira (23), às 20h15, no General Sampaio. O jogo é válido pela 11ª rodada do estadual.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.