Rivais em Botafogo x Vasco, Honda e Cano já jogaram Mundial de Clubes juntos pelo Pachuca

Destaques em lados opostos no próximo domingo, japonês e argentino foram companheiros de time em 2017. Estrangeiros chegam com destaque para o clássico carioca

Publicado em: 14 de Setembro de 2020
Foto Por: Etsuo Hara/Getty Images
Autor: Por Redação do ge — Rio de Janeiro
Fonte: ge — Rio de Janeiro
Honda e Cano com o Pachuca no Mundial de 2017

Rivais no clássico entre Botafogo e Vasco no próximo domingo, Keisuke Honda e Germán Cano se conhecem dos tempos de México. Japonês e argentino foram companheiros de time no Pachuca, do México, e chegaram a disputar juntos o Mundial de Clubes de 2017, competição na qual foram eliminados pelo Grêmio na semifinal.

 

Os dois foram reforços que o então recém-campeão continental Pachuca contratou para a temporada 2017/2018. O camisa 4 do Bota ficou um ano no futebol mexicano, enquanto o 14 do Vasco saiu no início de 2018 para o Independiente Medellín. O tempo foi curto, mas o suficiente para entrarem em campo juntos em 11 jogos, com três gols do japonês e dois do argentino.

 

Veja a matéria completa no Globo Esporte deste sábado. O programa começa às 13h.

 

- Honda não falava muito espanhol quando estava no Pachuca, falava com seu tradutor que é argentino. É um grande jogador, uma grande pessoa, não tive a oportunidade de falar com ele aqui ainda, e todos sabem quem é Honda em todo o mundo. É uma figura muito importante, um jogador que agora está no Botafogo, espero uma oportunidade de falar com ele. Inglês eu não falo, ele fala inglês. Em japonês eu falo menos ainda - brincou Cano.

 

A partida de maior visibilidade da dupla para o público brasileiro foi a semifinal do Mundial de Clubes de 2017. Liderado por Honda, o Pachuca perdeu por 1 a 0 para o Grêmio, que avançou para fazer a final com o Real Madrid. Cano entrou no segundo tempo, mas não mostrou o mesmo faro de gol que apresenta pelo Vasco nessa temporada.

 

Estrangeiros em destaque

O japonês e o argentino estão mais em evidência, mas não são os únicos gringos em destaque para o clássico. Do lado do Botafogo, Gatito Fernandez é o grande líder de um elenco que ficou mais internacional nessa temporada. São seis estrangeiros. A grande estrela do time nesse segundo semestre é Salomon Kalou, que será desfalque no domingo.

 

Em 22 jogos pelo Vasco, Cano marcou 15 gols. É o artilheiro e principal destaque do time. Porém, outro argentino tem se destacado: Benítez. É quem dá o ritmo ao time. Tanto que, ao ser poupado na última rodada, o Vasco atuou mal e perdeu para o Atlético-GO. Soma um gol em 11 partidas.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.