Sparta e Atlético Cerrado são punidos por escalações irregulares

As duas equipes escalaram jogadores sem apresentar a documentação necessária ao trio de árbitro da partida. Ambos os casos ocorreram na segunda rodada do Tocantinense Sub-19

Publicado em: 19 de Setembro de 2018
Foto Por: Divulgação/Clube Atlético Cerrado
Autor: GloboEsporte.com, Palmas, TO
Fonte: GloboEsporte.com, Palmas, TO
Atlético Cerrado e Sparta perderam quatro pontos cada

 

Atlético Cerrado e Sparta foram julgados pelo Tribunal de Justiça Desportiva do Tocantins (TJD-TO), nesta segunda-feira (17), em Palmas, por escalações irregulares.

 

Cada uma das equipes perdeu quatros pontos, além de multa no valor de R$ 100, a cada clube.

 

As duas equipes escalaram jogadores sem apresentar a documentação necessária ao trio de árbitro da partida. Ambos os casos ocorreram na segunda rodada do Tocantinense Sub-19, no dia 25 de agosto.

 

Conforme o TJD-TO, um atleta do Atlético e outro do Sparta esqueceram de levar os documentos necessários para apresentação antes da partida.

 

A punição é conforme o artigo 214, do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD). De acordo com o artigo, a pena ocorre no número máximo de pontos atribuídos a uma vitória no regulamento da competição, independentemente do resultado da partida, prova ou equivalente, e multa de R$ 100 a R$ 100.000 (cem mil reais).

 

As duas equipes se classificaram para a próxima fase, o Atlético com 16 pontos, com a perda dos quatro, ficou com 12 em primeiro no Grupo B.

 

O Sparta se classificou em segundo com 13, com a perda, permaneceu em segundo com nove. Guaraí e Kaburé terminaram com três pontos no grupo.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.