Tocantinenses se preparam para embarcar rumo à Corrida de São Silvestre

Para os atletas do estado, o primeiro desafio a vencer é a distância até São Paulo. Prova é a mais tradicional corrida de rua da América Latina.

Publicado em: 27 de Dezembro de 2019
Foto Por: Marcos Ribolli
Autor: GloboEsporte.com — Palmas
Fonte: GloboEsporte.com — Palmas
Prova é a mais tradicional corrida de rua da América Latina

Atletas profissionais e amadores do Tocantins estão se preparando para participar da corrida de São Silvestre, a mais tradicional prova de rua da América Latina. Para os concorrentes do estado, o primeiro desafio a vencer é a distância até São Paulo, onde a São Silvestre é realizada no próximo dia 31 de dezembro.

O presidente da Associação Palmense de Corredores de Rua, Luiz dos Reis, informou que um grupo de 30 corredores irá de ônibus saindo de Palmas. Eles vão partir às 8h desta sexta-feira (27) da Praça dos Girassóis. Outros grupos menores também vão viajar de carro ou de avião a partir da capital.

Em Gurupi, o corredor Júlio Cesar também se organiza para viajar e falou um pouco sobre como tem sido a preparação nesta reta final.

- Eu tento procurar saber como é lá o percurso da corrido para mim fazer o treinamento conforme a corrida que eu vou enfrentar lá. De subida, descida. Então aqui eu faço subida e treino em lugar mais alto para pegar resistência.

Ele tem dedicado uma hora e meia por dia aos treinos, alternado com os horários de trabalho. O pai, Luiz Armando, conta que sempre apoia o filho nas provas.

- Quando ele começou a correr, nós corríamos juntos. Aí eu não fi mais dando conta de acompanhar. Aí eu sempre vou atrás, mas eu continuo treinando também, correndo. Não a quantia que eu corria, mas eu continuo correndo sempre ainda.

Em casa a coleção de Júlio já tem 80 medalhas e 20 troféus em 15 anos de carreira. Ele conta que a preferida é a da Meia Maratona do Tocantins.

- A minha expectativa é de dar o meu melhor lá. Eu quero completar a prova e trazer uma boa marca para o Tocantins. Um bom tempo.

E também tem veterano se preparando para a prova. No último ano o Gil Rodrigues ficou em quinto lugar na categoria com mais de 50 anos. É a quinta participação dele na prova e ele está treinando firme há três meses, correndo 20 km por dia.

- A gente procura simular o percurso lá. Lá tanto pontos de altitude, onde a gente sobe bastante e também ponto que a gente desce bastante, então isso aí é muito difícil para o atleta, tanto estar subindo ladeira quanto descendo ladeira abruptamente, então a gente tem que fazer um treinamento específico para este tipo de corrida.

 

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.