Efeito coronavírus: Saúde de Miracema orienta moradores sobre quando e onde procurar atendimento médico

Perceba que para cada sintoma há uma pontuação, quanto mais sintomas mais pontos, alguns por serem mais importantes valem mais. Analise a tabela e vá somando os pontos de acordo com o que está sentindo.

Publicado em: 28 de Maio de 2020
Foto Por: Divulgação
Autor: Ascom
Fonte: Ascom

A Secretaria Municipal da Saúde com intuito de auxiliar as pessoas a identificarem os sintomas da covid-19 e orientá-las sobre quando e onde procurar atendimento de saúde, divulga check list para auto-avaliação. (FOTO Baner)

 

Perceba que para cada sintoma há uma pontuação, quanto mais sintomas mais pontos, alguns por serem mais importantes valem mais. Analise a tabela e vá somando os pontos de acordo com o que está sentindo.

 

De 01 a 09 pontos - Risco Baixo.

 

O risco de ter a doença é baixo, mas existe. O recomendado é ficar em casa e entrar em contato com os profissionais da UBS mais próxima, para que a equipe possa acompanhar e/ou visitá-lo para realizar avaliação. Se necessário, emitirá um atestado médico para que a pessoa fique em isolamento domiciliar, aplicando as medidas de prevenção e prestando atenção aos sintomas.

 

De 09 a 19 pontos - Risco Médio.

 

O risco de ter a doença é médio, neste caso é recomendado procurar atendimento médico na UBS mais próxima de sua casa, onde um profissional fará a avaliação, se necessário fornecerá um atestado médico para que a pessoa fique em isolamento domiciliar, incluindo-o nos casos monitorados para eventual realização do teste.

 

De 20 a 30 pontos - Risco Alto.

 

O risco de ter a doença é alto, sendo recomendado procurar a UBS o mais rápido possível para avaliação da equipe. O hospital deve ser procurado se a pessoal tiver a presença de dificuldade respiratória, um dos sintomas mais graves da doença, sendo realizado assim um atendimento mais adequado para o sintoma.

 

Segundo o médico clínico geral, Sankly Soares, esse check-list servirá para a população identificar os sinais e sintomas da doença e principalmente saber onde buscar o atendimento de saúde, de acordo com o seu quadro.

 

Ao mesmo tempo, auxiliará os profissionais da saúde a identificarem os pacientes que apresentam maior risco de testarem positivo para o vírus, realizando o exame específico em tempo hábil.

 

"É importante frisar para a comunidade que diante de qualquer um desses sintomas, o recomendado é sempre realizar o isolamento social e entrar em contato com a equipe de saúde da sua área", ressaltou o doutor.

 

Por se tratar de um vírus novo é importante que não o subestimemos e o ideal é seguirmos todas as recomendações dadas pelos Órgãos de Saúde, principalmente o de se isolar, pois cada pessoa pode reagir de uma forma e sabemos que o nível de contágio é muito alto.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.