Operação Covid-19 busca impedir aglomerações e propagação da doença em Miracema

Publicado em: 27 de Julho de 2020
Foto Por: Divulgação
Autor: Jhonatas Miranda / Fotos: Ronys Rocha
Fonte: Prefeitura Miracema

A Prefeitura de Miracema, através da Secretária municipal de Saúde e por meio da Vigilância Sanitária, promoveu neste domingo, 26, com apoio da Polícia Militar, Penal e Centro Integrado de Operações Aéreas (CIOPAER – TO) uma série de operações nas praias do Município. O objetivo era fiscalizar o cumprimento dos Decretos Municipal sobre as medidas de segurança do covid-19.

 

"A operação aconteceu no sentido de garantir a prevenção contra a proliferação do coronavírus. Nossos fiscais atuaram no cumprimento dos decretos, que estabelecem regras quanto ao uso de máscaras e o protocolo de higiene dos estabelecimentos, além de fiscalizar nas localidades onde as praias e balneários não estão liberados. Todos os esforços serão empregados não somente para assegurar a segurança dos miracemenses, em relação a eventuais atos de criminalidade, mas este ano, especialmente, nossas ações estão voltadas ao combate à disseminação da Covid-19", afirmou o secretário de Saúde Leal Júnior.

 

O Capitão Nunes, participante da Operação afirmou que as ações proporcionam maior segurança. “As forças de segurança garantiram o bem estar da sociedade, considerando terem agido contra aglomeração e funcionamento de praias, em cumprimento às medidas de isolamento estabelecidas pelos municípios de Lajeado e Miracema, bem como dissuadido quaisquer tentativas de burlar os decretos vigentes, proporcionando maior sensação de segurança à sociedade”, disse o capitão.

 

A prefeitura de Miracema tem buscado trabalhar no combate ao coronavírus e no controle do contágio, visando à segurança e saúde da população miracemense.

 

As infrações detectadas durante as operações foram relatadas ao Ministério Público que em breve tomará as medidas cabíveis.

 

No entanto, é necessária a colaboração de todos os munícipes. Fiquem em casa, façam o uso de máscaras e sigam todas as orientações da Organização Mundial de Saúde (OMS).

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.