Quarta - Feira,
04 de Agosto de 2021

Suspeito de tráfico morre em confronto com a polícia após cães farejadores encontrarem drogas enterradas

Segundo a SSP, o suspeito começou a atirar ao perceber que os cães tinham localizado as drogas. Cerca de 20 quilos de maconha foram apreendidos.

Autor: G1 Tocantins.

Fonte: G1 Tocantins.

Publicado em 27 de Março de 2021 (Atualizado Há 5 meses atrás)

Legenda: Drogas estavam enterradas perto de linha de transmissão de energia

Autor da Foto: Divulgação/Polícia Civil

Um homem suspeito de tráfico de drogas morreu em um confronto com policiais civis e militares na tarde desta sexta-feira (25) em Miracema do Tocantins.

 

A troca de tiros teria começado após o suspeito perceber que cães farejadores da polícia tinham acabado de descobrir um esconderijo com 20 quilos de maconha dentro de um buraco.

 

As drogas estavam enterradas perto das torres da linha de transmissão de energia entre Miracema e Palmas.

 

Os investigadores acreditam que o local foi escolhido como esconderijo para que os criminosos conseguissem localizar as drogas com facilidade. Mesmo sendo uma região pouco movimentada, os pontos de referência são fáceis de visualizar.

 

A investigação é da 1ª Divisão Especializada de Repressão a Narcóticos (1ª Denarc – Palmas). Além das drogas, foram apreendidas uma arma e uma motocicleta.

 

O nome do homem morto no confronto não foi divulgado pela Secretaria de Segurança Pública.

 

O delegado-chefe da Denarc, Enio Walcácer, informou que a droga só foi localizada graças aos cães de faro do Grupo de Operações com Cães (GOC) da Polícia Militar.

 

As suspeitas sobre o grupo estavam sendo investigadas há um mês após informações recebidas pela polícia indicarem que havia uma central de distribuição de drogas entre as duas cidades.

 

A operação foi chama de "Alta Tensão" por causa do uso das torres como pontos de referência.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Seu comentário aguardará aprovação antes de ser publicado no site

Sem Comentários