Quarta - Feira,
26 de Janeiro de 2022

Conheça Ameca, o robô em forma humana mais avançado do mundo

Estrutura apresenta movimentos suaves e realistas, além de recursos avançados de expressão facial

Autor: ​TECNOLOGIA E CIÊNCIA | Do R7

Fonte: R7

Publicado em 04 de Dezembro de 2021 (Atualizado Há 2 meses atrás)

Legenda: Robô Ameca, da empresa britânica Engineered Arts

Autor da Foto: REPRODUÇÃO/ENGINEERED ARTS

Ameca, o robô em forma humana da empresa britânica Engineered Arts, impressiona pela semelhança com os seres humanos. A invenção apresenta movimentos suaves e realistas, além de recursos avançados de expressão facial.

No anúncio da invenção, a empresa afirma que o Ameca foi “projetado especificamente como uma plataforma para o desenvolvimento de futuras tecnologias de robótica”. 

Os criadores também ressaltam que a estrutura é a plataforma de robô humanoide perfeita para a interação humano-robô. “Nosso foco é trazer a você tecnologias inovadoras, que sejam confiáveis, modulares, atualizáveis ​​e fáceis de desenvolver”, completa o anúncio.

Todos os módulos do Ameca podem ser executados de forma independente. Dessa forma, é possível ter apenas uma cabeça ou um braço, não há necessidade de um robô completo. Além disso, todos os dados da estrutura estão disponíveis em nuvem. 

O robô também permite atualizações futuras. Será possível mudar sua estrutura física e atualizar o software. Ele será lançado oficialmente em 2022 e estará disponível para compra e aluguel para eventos. A empresa, no entanto, ainda não divulgou os preços.

Apesar de toda a tecnologia envolvida na invenção, o robô não é capaz de andar. Segundo a Engineered Arts, "há muitos obstáculos a ser superados antes que o Ameca consiga andar". No entanto, a empresa planeja atualizar as habilidades da invenção ao longo do tempo, para que um dia ela caminhe.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Seu comentário aguardará aprovação antes de ser publicado no site

Sem Comentários