Campelo busca solucionar carências da Saúde, solicitando medicamentos e atendimento humanizado; secretária confirma ações emergenc

Publicado em: 07 de Agosto de 2020
Foto Por: Assessoria
Autor: Ascom
Fonte: Ascom
Vereador Lúcio Campelo

O vereador Lúcio Campelo (MDB) esteve na Upa Sul e na Secretaria Municipal de Saúde de Palmas (Semus) nesta quinta-feira, 6, para juntar esforços no sentido de resolver a carência de medicamentos nas unidades de saúde da Capital.

 

Titular da Semus em pouco mais de 24 horas, Valéria Paranaguá confirmou ao parlamentar ações emergenciais para a devida normalização de atendimento aos cidadãos. "Estamos correndo atrás e até sexta estará tudo resolvido", garantiu a representante da pasta. 

 

Além de reclamações de moradores, um médico denunciou nas redes sociais condições precárias de atendimento nas unidades de saúde aos pacientes diagnosticados com a Covid-19. Com o intuito de observar de perto as reais condições, Lúcio foi à Upa Sul colher informações.

 

"Agradecemos o médico pela coragem de chamar atenção para esta demanda e, de fato, constatamos a carência de alguns medicamentos. Mas gostaria de frisar que a gestão da saúde de Palmas está trabalhando para resolver essa situação o mais rápido possível. Já a par da situação, a secretária nos explicou que diante da grande demanda de medicamentos, por conta dessa doença, não está sendo fácil conseguir medicação com os fornecedores. No entanto, Valéria já colocou em prática ações emergenciais para aquisição de medicamentos e testes às Upas", frisa Campelo.

 

Segundo o vereador, é natural que o cenário de pandemia tenha afetado a saúde, mas, segundo ele, criticar não resolve nada.

 

"O caminho é ajudar a solucionar o problema e isso os gestores da pasta, como apurei hoje, estão fazendo", afirma.  

 

De acordo com a titular da Semus, foi solicitado um relatório circunstanciado sobre o abastecimento de medicação nas unidades de saúde do município, com prioridade nas UPAs, que estão recebendo um fluxo de pacientes além da sua capacidade neste momento.

 

Quanto a falta de testes do tipo RT-PCR, Valéria Paranaguá informou que a redução das coletas de material para os exames se deve à diminuição da oferta desse tipo de teste por parte do Laboratório Central do Estado (Lacen), que enfrenta problemas com a falta de insumos.

 

No entanto, comunicou que a pasta ampliou a capacidade de testagem e de processamento no Laboratório Municipal de Palmas com a aquisição de cerca de 28 mil testes (rápidos e sorológicos). Além disso, informou que a pasta está em fase de aquisição de mais 20 mil testes para ampliar ainda mais essa oferta.

 

Atendimento Humanizado

Além de cobrar atendimento adequado e disponibilidade de testes de Covid-19 aos pacientes, Lúcio Campelo pediu à secretária Valéria Paranaguá mais humanização por parte da pasta com os funcionários da Saúde.

 

"Se a Secretaria não cuidar internamente dos seus funcionários, daqui uns dias não vamos ter funcionários na saúde para cuidar de quem está com Covid-19, porque eles também estarão com a doença. Cobrei com veemência essa demanda à secretária. Pedi humanização e testagem emergencial rápida a todos os funcionários da saúde e também aos demais cidadãos palmenses", informa.

 

Emenda de R$ 250 mil

Na Semus, o vereador foi recebido pela secretária Valéria Paranaguá e pelo secretário-executivo da pasta, Durval Júnior. Na oportunidade, aproveitou para pedir informações sobre a aplicação de emenda de sua autoria no valor de R$ 250 mil, destinada à aquisição de medicamentos para a Upa Sul e para a Upa Norte. Já na Upa Sul, Campelo conversou com funcionários e pacientes, e averiguou a farmácia da unidade. 

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.