Fiscais dispersam participantes de festa clandestina em chácara de Palmas

O evento foi interrompido logo no início. Além do flagrante, equipes aplicaram ainda quatro autos de infração e cinco notificações durante a noite.

Publicado em: 22 de Fevereiro de 2021
Foto Por: Divulgação/Prefeitura de Palmas
Autor: G1 Tocantins
Fonte: G1 Tocantins
Fiscalização interrompeu festa clandestina em chácara

Participantes de uma festa clandestina organizada em uma chácara no loteamento Água Boa, na região norte de Palmas, foram dispersados logo antes do início do evento na noite desta sexta-feira (19). Fiscais da prefeitura e as forças de segurança foram ao local após uma denúncia anônima. O número de pessoas que já estava na chácara não foi informado pela prefeitura.

 

O local do evento foi interditado. Ainda não há informações sobre quem eram os organizadores. A Secretaria de Comunicação de Palmas informou que após a operação circulou em aplicativos de mensagens um áudio. Nele um homem convidava os participantes do evento a transferir a festa para outro local, no distrito de Luzimangues, em Porto Nacional.

 

Além do flagrante, a fiscalização foi a outros pontos da cidade. O balanço final da noite é de quatro autos de infração e cinco notificações por desrespeito às medidas sanitárias para o enfrentamento da pandemia.

 

A prefeitura pediu que a população colabore com novas denúncias. O telefone da Ouvidoria do Município é o 0800-6464-156 ou 3212-7144. Também é possível registrar reclamações pelo 153 (Guarda Metropolitana de Palmas) e 190 (Polícia Militar).

Este é o segundo fim de semana consecutivo com um flagrante de aglomeração do tipo. Na madrugada do último domingo (14), uma festa clandestina com mais de 1 mil pessoas foi interrompida em casa de eventos na Arso 91, antiga 903 Sul.

 

Os eventos que podem causar aglomerações estão proibidos por decreto municipal. A medida é uma das que estão em vigor para tentar frear o contágio do novo coronavírus. Nesta sexta-feira a prefeitura anunciou medidas mais rígidas a partir da próxima semana, com o comércio fechando às 20h. Nas redes sociais, a prefeita Cinthia Ribeiro (PSDB) disse que os leitos de UTI na capital estão a beira do colapso.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.