Laudo confirma que causa da morte da professora foi asfixia mecânica por esganadura

Agora, o delegado Pedro Ivo Costa Miranda, titular da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) de Palmas, que investiga o caso, passará à fase de interrogatório do suspeito

Publicado em: 17 de Janeiro de 2018
Foto Por: Divulgação
Autor: T1
Fonte: T1
A professora foi encontrada morta na própria residência em Palmas

A Secretaria de Estado da Segurança Pública informou nesta terça-feira, 16, que o laudo de exame necroscópico sobre a morte da professora de Palmas, Danielle Christina Lustosa Grohs foi concluído e teve como resultado a constatação de causa da morte a asfixia mecânica por esganadura.

Conforme a SSP, com as informações do exame pericial, o delegado Pedro Ivo Costa Miranda, titular da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) de Palmas, que investiga o caso, passará à fase de interrogatório do suspeito, o médico e ex-marido da vítima, Álvaro Ferreira Silva, com previsão de realização nos próximos dias.

O médico foi preso em Anápolis (GO) no último dia 11 e reconduzido ao Tocantins, onde foi ouvido pelo delegado e encaminhado à Casa de Prisão Provisória de Palmas. Em entrevista ao T1 Notícias na semana passada, o delegado afirmou que não tem dúvidas quanto à participação do médico no homicídio da ex-mulher.

A advogada, Josefa Barbosa, que atua na defesa do médico reafirmou a inocência de seu cliente e revelou informações a respeito das circunstâncias do relacionamento entre o médico a professora. Conforme a advogada do suspeito, ele não cometeu o homicídio, pois estava em Anápolis e nem foi o mandante. Ela explicou que Álvaro estava na chácara de amigos na cidade goiana, de onde embarcou para uma viagem a Salvador (BA), na qual já tinha passagens compradas.

 

O caso
A professora Danielle Christina foi encontrada morta na própria residência, na quadra 1004 Sul em Palmas, na noite do dia 18 de dezembro, e o principal suspeito pelo crime seria o médico, que já havia sido preso no sábado anterior ao crime por supostamente agredir Danielle, e foi solto no dia seguinte.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.