Moisemar Marinho denuncia que, em plena pandemia, a Prefeitura de Palmas planeja desocupar mais famílias

Publicado em: 03 de Julho de 2020
Foto Por: Divulgação
Autor: Ascom
Fonte: Ascom
Vereador Moisemar Marinho

A Prefeitura de Palmas está prestes a desocupar aproximadamente 50 pessoas que moram em uma área na 212 Sul.

 

Nesta quarta-feira, 10, o vereador Moisemar Marinho (PDT) conversou com moradores que, na oportunidade, apresentaram cessão de direitos, bem como a concessão de alvará da própria prefeitura, com validade para até 2021, para o funcionamento de empresas que estão situadas na frente das suas residências.

 

Essa não é a primeira vez, em plena pandemia, que a Prefeitura de Palmas realiza tal ato. Em maio foi realizada a desocupação de famílias que estavam instaladas no Jardim Taquari.

 

Sem ter onde se abrigar, logo após a desocupação, as famílias foram surpreendidas com uma forte chuva que destruiu grande parte dos móveis e objetos pessoais.

 

Segundo o vereador Moisemar Marinho, nessa nova ação, a prefeitura deu o prazo de oito dias para que as famílias desocupem o local. "Sequer incluiu essas famílias em programa habitacional", disse.

 

Conforme o parlamentar "há uma grande incoerência por parte da prefeitura": "Como que a prefeitura libera o alvará de funcionamento, dando licença para empresas funcionarem, e agora quer passar o trator por cima?", questionou.

 

Já com os tratores postos próximos às residências dos moradores, a ação está prestes a ser executada.

 

"Essa mesma medida foi feita no Taquari e a prefeita [Cinthia Ribeiro] quer fazer a mesma coisa com esse povo que mora nessa localidade há mais de 20 anos", finalizou.

 

Assessoria de imprensa

Vereador Moisemar Marinho

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.