Moradores antecipam visitas a cemitérios para evitar aglomerações no Dia de Finados

Tradição de homenagem entes queridos precisou ser adaptada. Número de sepultamentos mensais cresceu em Palmas durante a pandemia.

Publicado em: 28 de Outubro de 2020
Foto Por: Reprodução/TV Anhanguera
Autor: G1 Tocantins
Fonte: G1 Tocantins
Camitério de Palmas

Ir ao cemitério no Dia de Finados é uma tradição para quem quer homenagear pessoas queridas que já partiram. A professora Maria do Carmo Ribeiro costuma ir todos os anos fazer orações pelos pais e os irmãos. Em 2020 ela vai rezar também por vários conhecidos que se foram durante a pandemia.

 

"Eu aprendi assim,, meus pais me ensinaram que a gente precisa lembrar das pessoas que já se foram. Que a gente precisa lembrar com oração também", diz.

 

No ano passado cerca de 50 mil pessoas passaram pelos cemitérios da capital no feriado. Este ano, ainda não há uma estimativa. As regras de visitação deverão ser diferentes. Ainda não há definição do protocolo, já que a administração dos cemitérios espera orientações do comitê que monitora os dados da Covid-19. A prefeitura informou que as regras ainda estão sendo analisadas.

 

No cemitério Jardim da Paz, funcionários fazem a manutenção de rotina. Segundo a administração, em 2019 havia uma média de 50 enterros por mês, esse ano, por causa do coronavírus esse número aumentou para cerca de 80.

 

A funcionária pública Kátia Silene Batista também resolveu ir mais cedo nesse ano. "Todos os anos, época de Finados, a gente vem ao cemitério para fazer as orações para os nossos entes queridos e este ano está sendo muito diferente em todos os aspectos porque por causa da pandemia a gente está vindo adiantado".

 

A Maria do Carmo tenta não enfrentar esse dia com tristeza. "Eu procuro não me lamentar diante deste momento e sim me lembrar das coisas boas que eu estou conseguindo viver. Do aprendizado que eu tive principalmente com os meus pais".

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.