Polícia cumpre mandados de busca e apreensão em pontos de tráfico de drogas em Palmas

Operação Cálice de Hígiana ocorre na região sul da capital. Segundo a Polícia Civil, ação é para impedir o fortalecimento de pequenos traficantes.

Publicado em: 29 de Julho de 2020
Foto Por: Dennis Tavares/Governo do Estado
Autor: G1 Tocantins.
Fonte: G1 Tocantins.
Polícia prende suspeitos de tráfico durante operação

A Polícia Civil realiza uma operação contra o tráfico de drogas, na manhã desta quarta-feira (29), para cumprir 20 mandados de busca e apreensão na região sul de Palmas. A ação tem o objetivo de reduzir a criminalidade e o fortalecimento de traficantes.

 

Ao todo, sete pessoas foram detidas, incluindo um adolescente, que já foi liberado. Além de porções de drogas, balanças de precisão, armas de fogo com munições e dinheiro falso foram encontrados nos endereços e apreendidos.

 

A Operação Cálice de Hígia foi deflagrada pela 1ª Divisão Especializada de Repressão a Narcóticos (1ª Denarc) e os investigadores, com o apoio da Polícia Militar, vão a locais que já eram monitorados como pontos de venda de entorpecentes.

 

Segundo a Polícia, a ação busca provas para investigações sobre o funcionamento do tráfico de drogas na região para que ações de repressão sejam realizadas nos locais.

 

Com a operação, os agentes esperam impedir o "crescimento e o fortalecimento de pequenos traficantes antes que eles atinjam o patamar de organizações criminosas ou a elas se associem".

 

Além de várias organizações e delegacias da Polícia Civil, o 6º Batalhão da Polícia Militar de Palmas, a Força Tática e o Grupo de Operações com Cães da PM participam da operação.

 

Segundo a PC, o nome da operação faz referência à Deusa grega Hígia ou Higea. Ela representava na Grécia Antiga a prevenção da doença e a preservação da boa saúde.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.