Suspeito é preso pela PF após fazer prova do exame da OAB no lugar de outra pessoa

O suspeito não teve o nome divulgado, mas conforme as informações, seria servidor do Tribunal Regional do Trabalho de São Paulo. A PF informou que o mesmo homem já responde por outro crime semelhante

Publicado em: 22 de Janeiro de 2018
Foto Por: Divulgação
Autor: T1
Fonte: T1
Vídeo mostra momento da prisão do suspeito

No final da tarde deste domingo, 21, um rapaz foi preso em flagrante em Palmas, pela Polícia Federal, logo após fazer a prova da segunda fase do exame da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) no lugar de um dos candidatos.

 

O suspeito não teve o nome divulgado, mas conforme as informações, seria servidor do Tribunal Regional do Trabalho de São Paulo. A PF informou que o mesmo homem já responde por outro crime semelhante cometido em Minas Gerais, em 2015.

 

O rapaz foi flagrado pela comissão responsável pela aplicação das provas, que encontrou fortes indícios de que o mesmo suspeito teria usado documentos falsos ainda na primeira fase do exame, em novembro de 2017. Circula nas redes sociais um vídeo do momento em que o suspeito foi preso em uma escola de Palmas, onde fazia a prova.

 

Após o flagrante, o rapaz foi conduzido à sede da Polícia Federal e de lá encaminhado à Casa de Prisão Provisória de Palmas. A pessoa que contratou o rapaz para realizar a prova em seu lugar também deverá ser autuada.

 

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Leonam

22 de Janeiro de 2018 ás 11:05
Mas o que é isso...prova da OAB, e o( a ) candidato ( a ) paga um CARA pra fazer a prova no logar dele ( a ). a prova é fácil demais, isso significa que se tão pagando outro pra prestar os exames, é porque no final, se aprovado o advogado vai ser dos melhores para um cargo indicado pelo governo Temer, Ministro do Trabalho por exemplo...kkk