Testemunhas do assassinato da técnica de enfermagem em Palmas começam a ser intimadas

José Humberto Nogueira, ex-marido da vítima e principal suspeito pelo crime, permanece internado no Hospital Geral de Palmas em estado grave após ter atirado na própria cabeça

Publicado em: 03 de Fevereiro de 2018
Autor: T1
Fonte: T1
Juvenia Cunha de Sousa tinha 36 anos Divulgação/Facebook

A Polícia Civil começou a intimar as testemunhas relacionadas ao assassinato da técnica de enfermagem, Juvenia Cunha de Sousa, de 36 anos, ocorrido na última quarta-feira, 31, na quadra 804 Sul, em Palmas. O caso é investigado pelas equipes da Delegacia de Homicídios e os depoimentos estão previstos para começar na próxima semana, quando a família da vítima retornar do interior do Estado, onde se reuniu para o enterro de Juvenia.

José Humberto Nogueira, ex-marido da vítima e principal suspeito pelo crime, permanece internado no Hospital Geral de Palmas, após ter atirado na própria cabeça depois de matar a ex-companheira. Ele só será ouvido após apresentar melhoras no quadro de saúde.

 

Amigos lamentam

 

Durante toda a semana, amigos e familiares deixam mensagens de pesar nas redes sociais da vítima. “Descanse em paz minha amiga, que Deus te coloque em um bom lugar”, disse uma amiga. Em outro post emocionado, um amiga se despede: “seus dias de luta terminaram, seus dias de glória chegaram, e agora o céu azul é todo seu... Perdemos uma amiga, uma profissional que tinha tudo pela frente e ficou só a saudade”. 

 

Entenda

 

Juvenia Cunha de Sousa foi assassinada a tiros, ​supostamente pelo companheiro José Humberto Nogueira, que foi encontrado ao lado do corpo da vítima com um ferimento de bala na cabeça. O crime aconteceu em uma kitnet e os vizinhos acionaram a Polícia Militar, o Corpo de Bombeiros e o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência para atender a ocorrência. Juvenia morreu no local e José Humberto foi socorrido com vida e encaminhado ao Hospital Geral de Palmas.

Testemunhas afirmaram aos policiais que José Humberto não teria aceitado o fim do relacionamento, o que teria motivado uma briga entre o casal.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.