Tocantins passa dos dois mil focos de queimadas desde o começo de setembro, diz Inpe

Apenas na última sexta-feira os satélites do instituto localizaram 405 focos de calor no estado.

Publicado em: 14 de Setembro de 2020
Foto Por: Ciopaer/Divulgação
Autor: G1 Tocantins.
Fonte: G1 Tocantins.
Queimadas atingem a serra do Lajeado, no entorno de Palmas

Dados do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) mostram que o Tocantins registrou mais de dois mil focos de queimadas nos 11 primeiros dias de setembro.

 

Apenas na última sexta-feira (11) os satélites do instituto contabilizaram 405 focos de calor em todo o estado. Historicamente, setembro costuma ser o mês com maior número de queimadas ao longo do ano na região.

 

Em setembro de 2019, a quantidade de focos no mesmo período tinha sido semelhante, com 1,9 mil casos registrados. Ao longo de todo aquele mês foram 4,5 queimadas identificadas pelo Inpe. Na época, foi necessário pedir ajuda do Governo Federal e até de outros países para o combate.

 

Este ano, parte das ações preventivas foi adianta. Mesmo assim, os Bombeiros, brigadistas e militares enfrentam dificuldades em controlar a situação.

 

A serra do Lajeado, no entorno de Palmas, ardeu por mais de 10 dias entre agosto e setembro. Em Gurupi, neste sábado (12), o fogo chegou muito perto de casas e causou correria entre moradores que tentavam se proteger.

 

A situação também é preocupante para moradores da zona rural. Em Paranã, porcos e galinhas acabaram morrendo queimados ou sufocados durante um incêndio florestal.

 

O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) também alerta para as condições climáticas. Em quase todo o estado os índices de umidade relativa do ar têm ficado abaixo de 30%, em alguns casos são inferiores a 10%. O mínimo recomendado para a saúde humana é de 60%.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.