Quarta - Feira,
05 de Maio de 2021

Cadela acolhe gata e tenta amamentá-la após outro felino da casa morrer atropelado

Família, que adotou filhote após a outra gata morrer, ficou surpresa com a relação entre os dois animais.

Autor: G1 Tocantins.

Fonte: G1 Tocantins.

Publicado em 14 de Abril de 2021 (Atualizado Há 3 semanas atrás)

Legenda: Gata Pantera tenta mamar em cadela

Autor da Foto: Divulgação/Eros Silvian

Uma família que mora na região norte de Palmas ficou surpresa ao flagrar a cadela da casa tentando amamentar uma gata. Segundo os tutores, o felino foi "adotado" por Estrela após a outra gata da casa morrer atropelada. O estudante de economia Eros Silvian registrou um dos momentos em que o animal, mesmo sem produzir leite, quis amamentar o filhote recém chegado.

A família mora na Arne 63, antiga 506 Norte. O tutor conta que a cadela Estrela é dócil e era muito carinhosa com a outra gata que a família tinha. Ela foi resgatada da rua, conviveu muito tempo com a família, mas morreu atropelada.

 

"A gente tinha uma outra gata. Era do meu pai. A Estrela e ela se davam muito bem, brincavam muito. Depois que ela morreu a cachorra ficou muito triste e meu pai adotou essa outra gatinha. E agora elas estão assim", disse Eros.

O jovem disse que a conexão entre os dois animais começou no dia em que a gata Pantera foi adotada pela família. "Tem 15 dias que essa relação começou. No início a gatinha estava com medo, mas no mesmo dia que ela chegou já dormiu junto da cachorra", contou o estudante.

Eros disse que a cadela de 4 anos não tem filhotes. Mesmo assim, Pantera sempre é acolhida ao tentar mamar.

O tutor acredita que além da cadela sentir falta da gata morta no acidente, a nova gatinha da família também sente saudade da mãe.

O instinto materno chamou atenção dos tutores. "Fiquei surpreso porque a gente não esperava isso. Esperávamos que ela fosse brincar, porque a Estela é bem tranquila, mas foi além disso", disse Eros.

Relação incomum

A veterinária Vanessa Greeci explicou que esta relação não é comum. "Geralmente o gato tem medo do cão. Provavelmente isso está acontecendo porque é um gato filhote que quer mamar e que foi separado da mãe. A cachorra responde aceitando porque ele tem esse comportamento de amamentar e de se dar bem com gato", disse.

A profissional conta que o felino insiste em mamar, mesmo sem a produção de leite, para dissipar a ansiedade. "É uma forma de se tranquilizar".

Segundo a profissional, é possível que haja afeto entre os dois animais. "Eles se gostam. Você percebe que eles confiam um no outro. A cachorra fica até de barriga para cima enquanto a gata mama. Existe sim uma conexão", explicou a veterinária.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Seu comentário aguardará aprovação antes de ser publicado no site

Sem Comentários