Sábado,
18 de Setembro de 2021

Governador manda retirar faixas do SISEPE-TO fixadas na Praça dos Girassóis que cobram o pagamento das progressões e datas bases

Autor: Ascom

Fonte: Ascom

Publicado em 14 de Setembro de 2021 (Atualizado Há 4 dias atrás)

Legenda: Sem Legenda

Autor da Foto: Divulgação

As faixas fixadas pelo SISEPE-TO na manhã desta segunda-feira, 13, na praça dos girassóis em Palmas-TO, cobrando o pagamento das progressões e datas bases, foram removidas ainda pela parte da manhã. O Governador mandou retirar as faixas que cobram o pagamento das datas e progressões, e faz parte da ação de mobilização do SISEPE-TO iniciada em 16 de agosto de 2021.

Para o presidente do SISEPE-TO, Cleiton Pinheiro, o Governador retirou as faixas mas não dialogou com o sindicato que representa a categoria dos servidores públicos. "As nossas ações cobram do Governador o pagamento dos direitos devidos. Até o momento, nenhuma resposta foi dada oficialmente ao SISEPE-TO", destacou o presidente.

De acordo com Cleiton Pinheiro, as ações devem continuar até que o SISEPE-TO tenha uma resposta oficial do Governador. '' Vamos continuar cobrando os nossos direitos. O Governador deve agir rápido quanto ao processamento das evoluções funcionais, determinando ao secretário da administração, para fornecer os relatórios necessários à comissão de gestão de enquadramento e evolução funcional para que esta possa publicar os atos de aptidão dos servidores que atenderam os requisitos para a evolução funcional horizontal e vertical, incluindo os servidores que concluíram o estágio probatório", destacou.

Sobre as retiradas das faixas, Cleiton Pinheiro, ressaltou a estranheza da ação por parte do Governador. "A praça é pública e estamos fazendo uma reivindicação legítima. As faixas em nenhum momento causaram impedimento do trânsito ou algum transtorno, diferente do que faz o Governador, o mesmo coloca máquinas e até cercos que impedem a passagem de pessoas que andam pela praça", explicou.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Seu comentário aguardará aprovação antes de ser publicado no site

Sem Comentários