Sábado,
18 de Setembro de 2021

Justiça bloqueia mais R$ 800 mil do governo para garantir compra de comida especial para pacientes graves

Alimento da dieta enteral é para pessoas internadas que precisam se alimentar por sondas ou tubos. Estado tem 30 dias para providenciar e comprovar a aquisição de itens.

Autor: G1 Tocantins

Fonte: G1 Tocantins

Publicado em 14 de Setembro de 2021 (Atualizado Há 5 dias atrás)

Legenda: Sede da Secretaria Estadual de Saúde, em Palmas

Autor da Foto: Loise Maria/Defensoria Pública do Tocantins

A Justiça bloqueou R$ 815.270,43 dos cofres do governo para garantir a compra de comidas especiais a pacientes internados em hospitais públicos do estado. Segundo a Defensoria Pública do Tocantins, precisam ser adquiridos itens da chamada 'dieta enteral'. Este tipo de alimento é específico para pacientes em estado grave, que não podem mastigar e engolir por conta própria, e que precisam se alimentar por sondas ou tubos.

A decisão foi após órgãos como a Defensoria e Ministério Público do Tocantins constatarem baixo estoque dos alimentos e que havia somente 18 itens nos hospitais geridos pelo Estado em várias cidades.

G1 entrou em contato com o Governo e aguarda um posicionamento da Secretaria Estadual de Saúde.

Conforme a decisão, o Estado tem 30 dias para providenciar e comprovar a aquisição de itens que compõe as dietas enterais. A medida é para garantir o abastecimento do estoque por pelo menos três meses.

Outros casos

Em maio deste ano houve desabastecimento na rede pública e o Ministério Público do Tocantins afirmou que o estoque deste tipo de alimento especial estava estava zerado no Hospital Geral de Palmas (HGP). O órgão informou que a situação persistiu por vários dias e até mesmo os suprimentos e fórmulas para alimentação de crianças estariam em falta na unidade.

Em 2016 também falto o mesmo produto no HGP. Na época, familiares chegaram a fazer compras de forma individual para tentar alimentar os pacientes dentro do hospital.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Seu comentário aguardará aprovação antes de ser publicado no site

Sem Comentários