ALAN BARBIERO / Covid-19 não pode ser usada como cabo eleitoral

Publicado em: 27 de Maio de 2020
Foto Por: Divulgação
Autor: Cleber Toledo 
Fonte: Cleber Toledo 
Alan Barbiero, ex-reitor da UFT

O mundo passa por uma das mais graves crises de sua história recente, com efeitos trágicos e evidentes na área da saúde, tal como severas consequências sociais e econômicas para toda a população.

 

Neste ambiente conturbado, em que as emoções estão à flor da pele, assistimos comovidos pacientes infectados pela Covid-19 padecendo em hospitais, profissionais da saúde sendo verdadeiros heróis, colocando a própria vida em risco para salvar a do próximo, pessoas vivendo os distúrbios do isolamento e suas consequências desastrosas.

 

"Creio que lutar ao lado de adversários políticos em favor da vida só nos engrandece e nos torna mais humanos, coisa que muitos políticos estão precisando num momento como este"

ALAN BARBIERO

 

Infelizmente, neste cenário de consternação, observamos um grupo de políticos usando a Covid-19 como cabo eleitoral. Alimentam uma discussão política baseada no sofrimento alheio. As redes sociais e o noticiário se tornaram palco de bate-boca que não contribuem em nada com a convergência da busca de soluções.

 

Claro que num ambiente democrático é natural a diversidade de opiniões e o respeito a cada uma delas. Nem sempre sou pessoalmente a favor de algumas medidas tomadas pelo poder público, mas é necessário entender o momento e ter uma dose extra de bom senso.

 

É preciso ter equilíbrio. Não podemos politizar uma discussão que envolve a vida de pessoas. As mortes pela Covid-19 estão crescendo a cada dia e essa precisa ser a maior preocupação. A discussão tem que ser fundamentalmente pela vida. Estamos todos na mesma tempestade e a tormenta é a mesma, a Covid-19. Temos que deixar a disputa política de lado e unir nossos esforços em favor da vida dos nossos irmãos tocantinenses, contribuindo para que consigamos vencer mais esse desafio que é de todos nós.

 

Não podemos perder a oportunidade de demonstrar nossa grandeza de caráter, colocando nossas diferenças políticas de lado e pensando no coletivo. Creio que lutar ao lado de adversários políticos em favor da vida só nos engrandece e nos torna mais humanos, coisa que muitos políticos estão precisando num momento como este.

 

A política que devemos fazer agora é a da solidariedade. Não é o momento das disputas partidárias. Para isso teremos o ambiente e o momento adequados. Esta é a hora de unir nossos esforços em busca de um bem comum. Sermos mais humanos e mais fraternos. Nosso bem mais valioso é a vida e preservá-la precisa ser nosso maior objetivo.


_________________________________________________________

ALAN BARBIERO

Foi reitor da Universidade Federal do Tocantins (UFT), secretário estadual de Meio Ambiente e secretário municipal de Planejamento em Palmas
barbiero@uft.edu.br

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.