Após decisão da Justiça, Joaquim Maia suspende decreto que flexibilizava quarentena em Porto

Publicado em: 06 de Abril de 2020
Foto Por: Divulgação/Secom
Autor: Cleber Toledo
Fonte: Cleber Toledo
Prefeito Joaquim Maia [centro] anuncia reendurecimento das medidas de contenção após decisão judicial

Por meio de novo decreto, o prefeito de Porto Nacional, Joaquim Maia (MDB), suspendeu as flexibilizações feitas às medidas de contenção de combate ao coronavírus. A medida obedece decisão liminar da 1ª Vara Cível da Comarca do município

Só serviços essenciais

Em reunião com empresário, Joaquim Maia esclareceu que volta as determinações do Decreto anterior, que só permite a abertura dos comércios de produtos essenciais, como farmácias, supermercados e afins, açougues, depósitos de gás e padarias. A deliberação entra em vigor às 15 horas desta sexta-feira, 3, e vale por tempo indeterminado.

Evite sair de casa

Após decisão, Joaquim Maia defende a necessidade do isolamento social. “Uma pandemia que ameaça a saúde e traz incertezas sociais e econômicas. Sabemos que a melhor prevenção à Covid-19 é a restrição do contato social, então, evite sair de casa, deixe-a somente para alguma ação essencial, e proteja os mais idosos. Tenho certeza que  com a conscientização de todos, iremos passar firmes por esse momento”, defendeu.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.