Quarta - Feira,
05 de Maio de 2021

Carlesse vai pedir celeridade da federalização de trechos da TO-020 e TO-050 ao ministro da Infraestrutura nesta segunda-feira

Autor: Cleber Toledo

Fonte: Cleber Toledo

Publicado em 03 de Maio de 2021 (Atualizado Há 2 dias atrás)

Legenda: Governador do Tocantins, Mauro Carlesse

Autor da Foto: Esequias Araújo/Secom

O governador Mauro  Carlesse (PSL) e a secretária da Infraestrutura, Cidades e Habitação (Seinf)  e presidente da Agência Tocantinense de Transportes e Obras (Ageto), Juliana Passarin, irão a Brasília nesta segunda-feira, 3, para participar de uma audiência com o Ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas. Na pauta, o pedido de agilidade na federalização de trechos da TO-020, entre Palmas e Aparecida do Rio Negro, e da TO-050, entre Porto Nacional e Silvanópolis. As rodovias seriam reintegradas à BR-010.

Tráfego intenso de caminhões não foi previsto

Conforme o Estado, os trechos recebem diariamente tráfego intenso de caminhões que fazem o escoamento da produção de grãos das duas regiões. Na época em que foram construídas, não houve a projeção para esse tipo de tráfego e isso, aliado ao intenso fluxo de chuvas, tem contribuído com a deterioração do pavimento. “Essas são rodovias importantes que serão reintegradas à malha viária federal. O processo já caminha junto ao Departamento Nacional de Infraestrutura e Transportes (DNIT)”, disse Passarin.

Estado trabalha para garantir trafegabilidade

As equipes da Ageto estão atuando nas duas rodovias desde março. Nos locais estão sendo desenvolvidos os serviços de tapa-buracos, limpeza do sistema de drenagem e roçagem. Os trabalhos acontecem de forma intensa, inclusive aos finais de semana e nos feriados, com objetivo de garantir a trafegabilidade do trecho. “O governo está trabalhando para garantir as condições das rodovias e assegurar a segurança dos usuários até que o DNIT assuma os trechos”, destacou a secretária.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Seu comentário aguardará aprovação antes de ser publicado no site

Sem Comentários