Domingo,
24 de Outubro de 2021

CPI da Covid quer saber se diretor da Precisa viajou aos EUA com Irajá e Flávio Bolsonaro em agenda da Embratur em janeiro de 2020

Autor: Cleber Toledo

Fonte: Cleber Toledo

Publicado em 24 de Setembro de 2021 (Atualizado Há 4 semanas atrás)

Legenda: Senadores Irajá e Flávio Bolsonaro

Autor da Foto: Edilson Rodrigues e Leopoldo Silva/Agência Senado | Montagem: Coluna d

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid, do Senado, investiga se o diretor institucional da Precisa Medicamentos, Danilo Trento, viajou junto com uma comitiva da Agência Brasileira de Promoção Internacional do Turismo (Embratur) a Las Vegas (EUA) em janeiro do ano passado. Os senadores Irajá (PSD) e Flávio Bolsonaro (Patriota) estão entre os membros desta missão de sete dias – 18 a 24 de janeiro de 2020 – para abordar questões atinentes à atração de cruzeiros marítimos para a costa brasileira, bem como investimentos para a instalação de novos resorts.

Lobby por jogos de azar

Inquirido pela CPI nesta quinta-feira, 23, Danilo Trento negou que estivesse acompanhando o grupo, mas não deu esclarecimentos sobre o motivo da viagem. Os senadores sugerem que o funcionário da Precisa Medicamentos era lobista pela liberação dos jogos de azar no País. Já a empresa farmacêutica também é alvo das investigações por mediar contrato com sobrepreço entre o governo brasileiro e o laboratório Bharat Biotech, produtor da Covaxin.

Viagem subsidiou PL

Em breve nota à Coluna do CT, o senador Irajá não citou a presença de Danilo Trento, mas destacou que a viagem foi “importante para subsidiar” projeto de lei apresentado em setembro do ano passado e que prevê a “da implantação de resorts” em território nacional. O texto prevê a autorização de instalação de cassinos dentro destes estabelecimentos.

Próximos

Irajá tem uma relação bem próxima com Flávio Bolsonaro. Os dois já compartilharam agenda no Tocantins em agosto do ano passado, na Fundação Nacional de Saúde (Funasa); e também no Futebol Solidário de 2019. Além disto, o tocantinense colocou o irmão da primeira-dama do País, Michelle Bolsonaro, Diego Torres Dourado como assessor parlamentar da 1ª secretaria do Senado Federal, do qual está à frente.

Leia a íntegra da nota:

O senador Irajá (PSD-TO) viajou para Las Vegas em janeiro de 2020, ou seja, antes da pandemia, a convite da Embratur para conhecer o funcionamento dos resorts integrados, modelo de negócio de sucesso nos Estados Unidos e em outras partes do mundo.

A missão foi importante para subsidiar a elaboração do projeto de lei que o senador Irajá apresentou no Senado (PL 4495/2020) para regulamentar a instalação desses complexos turísticos no Brasil e com isso impulsionar o turismo e a geração de empregos em um setor essencial para a economia brasileira.

Assessoria de imprensa.”

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Seu comentário aguardará aprovação antes de ser publicado no site

Sem Comentários