Quarta - Feira,
21 de Abril de 2021

Diogo Borges alerta para crise financeira pós-pandemia e pede apoio do Estado para retomada da economia

Novo presidente da ATM, Diogo Borges, faz o discurso de posse

Autor: Cleber Toledo

Fonte: Cleber Toledo

Publicado em 27 de Fevereiro de 2021 (Atualizado Há 2 meses atrás)

Legenda: Sem Legenda

Autor da Foto: Facebook

À frente da Associação Tocantinense de Municípios (ATM) de forma interina desde o dia 3, o prefeito de Talismã, Diogo Borges (DEM), tomou posse em definitivo à frente da entidade em cerimônia realizada nesta sexta-feira, 26. A nova diretoria comanda a ATM até 2022. Além do democrata na presidência, a entidade tem como vice-presidentes: Jocélio Nobre (PSD, Pequizeiro) e Itamar Barrachini (DEM, Santa Maria do Tocantins). 

 

Retomada da economia

No discurso, Diogo Borges fez questão de abordar o cenário econômico das prefeituras após situação de calamidade pública causada pelo coronavírus. “Sei do caráter municipalista do governo do Tocantins e quero dizer que, após a crise da pandemia, vai vir uma crise financeira muito grande e precisamos da gestão estadual para nos apoiar na retomada da economia. Todos os 139 municípios estão preocupados com a situação que está por vir. O nosso dever será defender os municípios, não será um enfrentamento, vamos respeitar todas as instituições e os Poderes, mas sempre na busca de soluções para os municípios, defendendo os interesses de cada cidadão”, ponderou.

 

Ajuda da bancada

Coordenador da bancada federal tocantinense no Congresso Nacional, o deputado Tiago Dimas (SD) também demonstrou preocupação com o cenário econômico dos municípios e se colocou à disposição para ajudar diante uma dificuldade do Estado. “Com ausência da capacidade de investimento do governo estadual diretamente nos municípios, as melhorias mais importantes feitas no Tocantins estão partindo de recursos federais destinados através da bancada, seja através de emendas ou de recursos articulados diretamente por nós”, afirmou o parlamentar, acrescentando ver uma forma equivocada de distribuição dos recursos, com a União concentrando mais de 60% de tudo que é arrecadado no Brasil.

 

Demais membros

Além dos já citados, completam a direção da ATM: Moacir de Oliveira (DEM, Rio dos Bois) e Paulo Roberto (PSD, Taguatinga), como diretores administrativos; Adriano de Moraes (MDB, São Sebastião do Tocantins) e Adriano Ribeiro (DEM, Barrolândia) na diretoria financeira. Outros 16 gestores estão distribuídos dentro do quadro de conselheiros deliberativo e fiscal, bem como na suplência.

 

Presenças

Representando o governador Mauro Carlesse (DEM), o chefe de Gabinete do Palácio Araguaia, Sebastião Albuquerque, prestigiou a posse da nova mesa diretora ao lado dos secretários da Agricultura, Pecuária e Aquicultura, Jaime Café (SD); de Políticas de Governo Descentralizadas, Otoniel Andrade (PSB), dos presidentes da Agência do Desenvolvimento do Turismo, Cultura e Economia Criativa (Adetuc), Jairo Mariano, antecessor de Diogo Borges; e da Agência de Defesa Agropecuária do Estado do Tocantins (Adapec). De forma virtual, participaram: o deputado federal e coordenador da bancada tocantinense, Tiago Dimas (SD); o senador Irajá Abreu (PSD); e do presidente Confederação Nacional de Municípios (CNM), Glademir Aroldi.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Seu comentário aguardará aprovação antes de ser publicado no site

Sem Comentários