Segunda - Feira,
15 de Agosto de 2022

Eleição: Bolsonaro conversa com marqueteiro que orientou pré-campanha de Mourão no TO

Autor: Gazeta do Cerrado

Fonte: Gazeta do Cerrado

Publicado em 13 de Janeiro de 2022 (Atualizado Há 8 meses atrás)

Legenda: Da esquerda para a direita, Paulo Moura, o ministro Gilson Machado e o presidente Jair Bolsonaro

Autor da Foto: Foco do Brasil

O presidente Jair Bolsonaro (PL) recebeu nesta 4ª feira (12.jan.2022), no Palácio da Alvorada, o conhecido estrategista político pernambucano Paulo Moura para uma reunião. Trataram sobre a área da comunicação para a campanha eleitoral de 2022. O ministro Gilson Machado (Turismo) articulou o encontro.

Principal conselheiro sobre publicidade e marketing do governador Wellington Dias (PTPI), Paulo Moura teve encontro com a presidente nacional do PT, a deputada Gleisi Hoffmann, em agosto de 2021. Na pauta, a
estratégia de comunicação para a pré-campanha a governador do Tocantins do ex-deputado federal petista Paulo Mourão.

“Como profissional com experiência internacional, o natural que acontece no dia a dia é ser consultado por partidos de diversos segmentos em diversos Estados. Na sua grande maioria, contatos e consultas não são
publicizados nem precisam. Em se tratando de 2022, para a eleição, nós sempre obedecemos um código de ética”, disse Moura.

“Imaginando, se fecho num determinado Estado para governador, os deputados têm que ser da base, do mesmo grupo político. Emse tratando de campanhas nacionais, se fechar com presidente, irei manter o mesmo princípio” , completou o estrategista.

O chefe do Executivo não bateu o martelo sobre a contratação de Moura para a campanha. A vasta experiência e a conversa desta 4ª feira, porém, somam pontos ao profissional. Além dele, têm a simpatia dos bolsonaristas: Sérgio Lima, publicitário fundador da agência Addialeto, com experiência no mercado varejista, e colaborador do Aliança pelo Brasil; e Nelson Vilava, CEO da agência Nova/sb. Vilalva disse que não foi procurado pelo presidente nem por interlocutores da campanha.

O estrategista pernambucano tem experiência em marketing político e comunicação governamental no México, na França, na Rússia e na Itália. No Brasil, diz ter conquistado 101 vitórias em 116 campanhas
políticas majoritárias, entre presidente, senador, governador, deputado federal/estadual e prefeito. Nas eleições de 2020, afirma, foram 5 campanhas para prefeitos, das quais 4 saíram vitoriosas em 1º turno. Leia as experiências listadas pelo estrategista.

A Exata Inteligência, empresa especializada em marketing político, estratégia e comunicação dirigida por Moura, já assessorou candidatos e políticos do PDT, do DEM, do MDB, do PP, do PPS, do PSDB, do
PSB, do PT, do PV e do Republicanos. Em 2018, o publicitário esteve à frente da campanha do senador Roberto Rocha (PSDBMA).

ESTRATÉGIA

Em 24 de dezembro de 2021, num almoço com jornalistas no Alvorada, Bolsonaro disse que não contrataria um marqueteiro para sua campanha eleitoral à reeleição em 2022. “Pega minhas eleições para deputado federal. O que eu botei na cabeça desde cedo? A preocupação não é minha. Eu fiz o que tinha que ser feito. Não vou contratar marqueteiro, não é essa a intenção. Devo ter produtores de imagens. Nós temos imagens para mostrar armazenadas das minhas viagens pelo Brasil todo. É botar ali, já que vamos ter tempo de
televisão do PL, talvez se algum outro partido vier conosco. É mostrar o que foi feito”.

DEBATES

O chefe do Executivo diz que participará dos debates com seus opositores. “Em debate, pode ter certeza, a minha tática não vai ser responder. Se alguém baixar o nível, eu vou responder o que interessa. Pergunta o que quer, eu respondo o que quero. E a decisão está na mão do povo. Olhe o Lula, ele teve 4 anos de governo e influenciou nos 6 de Dilma. Eu tenho 4, dá para fazer as comparações. Quando você fala que está há 3 anos sem corrupção, não é por acaso. É medidas que nós tomamos [sic]”, declarou na ocasião.

Em entrevista à Jovem Pan na 2ª feira (10.jan), afirmou que surpreenderá seus opositores nos debates eleitorais. “Acredito que estamos em condições de, nas eleições, praticar um bom debate. Os debatedores vão se surpreender achando que vão me encurralar. Pelo contrário. Temos muito o que falar, o que apresentar de
entrega”.

Nesta 4ª feira (12.jan), afirmou que pretende ir “a todos os debates”eleitorais e que estará “muito melhor preparado” para as discussões. Afirmou que responderá perguntas sobre as ações do governo e sobre o futuro do país.

“Eu estarei muito melhor preparado, obviamente. Eu não vou [responder] se o cara perguntar coisa nada a ver com o futuro do Brasil. Não vou ficar na armadilha de ficar discutindo, ali, besteira. A gente vai responder
realmente o que nós fizemos e o que estamos deixando para o Brasil”.

Em junho de 2018, o então deputado e candidato ao Planalto chegou a dizer que compareceria a todos os debates. Depois de ser atingido por um golpe de faca ao participar de ato eleitoral em 6 de setembro de
2018, deixou de participar. Bolsonaro esteve presente apenas nos 2 primeiros debates, da Band e da RedeTV!.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Seu comentário aguardará aprovação antes de ser publicado no site

Sem Comentários