Em debate, Kátia Abreu critica governo Bolsonaro por “brigar com todo mundo” mesmo sem oposição no Congresso Nacional

Publicado em: 02 de Julho de 2020
Foto Por: Pedro França/Agência Senado
Autor: Cleber Toledo
Fonte: Cleber Toledo
Senadora Kátia Abreu

Durante o debate de novo projeto de lei para combater a proliferação das notícias falsas – a chamada fake news – na internet, a senadora Kátia Abreu (Progressistas) não poupou o presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido), que é alvo de ações na Justiça Eleitoral justamente por causa da prática. Apesar do tema, a principal crítica da tocantinense foi quanto a falta de governabilidade da administração.

 

Briga com todo mundo

Kátia Abreu questiona o postura de eterno embate de Jair Bolsonaro e cobra atenção à gestão. “Brigou com seu próprio partido [referência o PSL], com os ministros do Supremo, com o Senado, com o Presidente da Câmara [Rodrigo Maia, DEM]. Ele briga com todo mundo! Ele briga com a imprensa. Eu não sei quem falta”, listou a tocantinense.

 

Quem está dificultando o governo é o próprio presidente

A tocantinense reforça que não vê empecilhos à administração de Jair Bolsonaro. “Quem está dificultando o governo é o próprio presidente”, lamentou Kátia Abreu, acrescentado que o Palácio de Planalto não encontra resistência qualquer resistência na Câmara e no Senado. “Não há oposição ao presidente aqui dentro, não há oposição no Congresso. Estamos todos trabalhando em favor do Brasil”, afirmou.

 

O projeto das Fake News

O projeto de combate a notícias falsas foi aprovado no Senado Federal na terça-feira, 30, com 44 votos favoráveis, sendo o da senadora um deles. 32 congressistas votaram contra o projeto e foi registrada duas abstenções. O texto agora segue para a Câmara [veja as principais propostas da matéria na tabela ao lado]

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.