Ministros do STF estranham ação da AGU contra bloqueio de perfis em redes sociais e veem gesto de Bolsonaro a apoiadores radicais

Pedido da Advocacia-Geral da União é para suspender decisões que bloquearam perfis em redes sociais. Para ministros da Corte, Bolsonaro fez um gesto aos apoiadores mais radicais.

Publicado em: 27 de Julho de 2020
Foto Por: G1
Autor: G1
Fonte: G1

Ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) estranharam a ação protocolada pela Advocacia-Geral da União (AGU) na Corte pedindo a suspensão de decisões que bloquearam perfis em redes sociais.

 

Nas palavras de um integrante do STF, a AGU “não tinha motivos para agir”. Para ministros da Corte, ouvidos pelo blog, Bolsonaro fez um gesto aos apoiadores mais radicais, mostrando que não abandonará sua base.

 

No governo, ministros defendem a iniciativa de Bolsonaro argumentando que ministros do STF foram sondados antes a respeito da intenção de Bolsonaro para “marcar posição”. E afirmam que o presidente “mudou sua postura” ao adotar a via jurídica e não atacar o STF pelas redes sociais.

 

Já outro assessor de Bolsonaro avalia que o governo errou ao usar a AGU para questionar a decisão de Alexandre de Moraes, assim como pensam lideranças do Congresso.

 

Um integrante da cúpula do Congresso afirmou ao blog que a decisão pode e deve ser questionada pelos acusados se se sentirem injustiçados, mas que este papel não é da AGU. “Assim, quando o governo compra uma briga que, tecnicamente, não é dele, ele deixa claro qual é a sua turma”, diz o parlamentar.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.