PSL Mulher do Tocantins quer estimular participação feminina nas eleições 2020 acima dos 30% obrigatórios

Publicado em: 28 de Janeiro de 2020
Foto Por: Divulgação
Autor: Cleber Toledo
Fonte: Cleber Toledo
Presidente do PSL Mulher Tocantins, Vanusa Martins

A presidente do PSL Mulher Tocantins, Vanusa Martins, está iniciando um movimento para estimular a participação feminina nas eleições municipais deste ano. “Despertar a mulher a se capacitar para participar da política, esse é chamamento”, afirmou Vanusa.

Mais de 30%

Ela disse reconhecer a necessidade de trabalhar o tema junto à classe feminina e saber da responsabilidade e dos desafios. “Nosso foco de trabalho é motivar e capacitar mulheres para a política. Queremos inspirá-las. Queremos ter a participação feminina no partido e ultrapassar a obrigatoriedade legal, que é de 30%”, destacou.

Nova forma de fazer política

Para Vanusa, a forma de fazer política está mudando, o Brasil passa por um processo de transformação na política e as mulheres “são parte essencial nessa  renovação”. “A conscientização de que as mulheres civilizam o mundo, nos colocam numa posição de destaque”, defendeu.

Escolha por não escolher

A presidente do PSL Mulher ainda garante: “A mulher que toma partido, não permite que outros escolham por ela”. Para Vanusa, “não escolher, também é uma decisão”.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.