Reflexo da eleição da Mesa da Câmara, Dorinha deve permanecer no comando do DEM no Tocantins

Publicado em: 22 de Fevereiro de 2021
Foto Por: Câmara Notícias
Autor: Cleber Toledo
Fonte: Cleber Toledo
Deputada Dorinha Seabra Rezende, presidente do Democratas no Tocantins

Um dos reflexos diretos da eleição da Mesa da Câmara sobre a bancada federal do Tocantins é que a deputada federal Dorinha Seabra Rezende ganhou mais força no DEM e deve permanecer em definitivo no comando da legenda no Tocantins. Quem perde é o deputado Carlos Gaguim, que apostava que o presidente nacional, ACM Neto, lhe daria a batuta este ano, no sistema de rodízio que ele disse que havia sido acordado.

 

Gaguim com Lira, Dorinha com Baleia

Gaguim foi um dos mais ferrenhos defensores da candidatura a presidente da Câmara de Arthur Lira (PP-AL), inclusive, o acompanhou na visita ao governador Mauro Carlesse (DEM), no Palácio Araguaia. Dorinha ficou com Baleia Rossi (MDB-SP), candidato do ex-presidente Rodrigo Maia (DEM).

 

ACM rompe com Planalto

Como o DEM liberou a bancada a apoiar Arthur Lira, tudo poderia ter terminado bem. No entanto, o presidente Jair Bolsonaro nomeou um aliado de ACM Neto, deputado João Roma (Republicanos-BA), ministro da Cidadania, e o político baiano não gostou e rompeu com o Palácio do Planalto, de quem Gaguim é fiel escudeiro.

 

De bem com todos

Com isso, Dorinha ganha força nas duas correntes do DEM (a de ACM Neto e de Maia) e é pouco provável que fique sem a presidência da legenda no Tocantins.

 

Outras legendas

Gaguim já estaria sondando outras legendas. Duas estariam no foco, o Republicanos e o PSL.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.