Sábado,
17 de Abril de 2021

SISEPE-TO se reúne com Kátia para tratar da reforma administrativa

Autor: Ascom

Fonte: Ascom

Publicado em 03 de Março de 2021 (Atualizado Há 2 meses atrás)

Legenda: Sem Legenda

Autor da Foto: Divulgação

Atendendo um convite da senadora Kátia Abreu, o SISEPE-TO se reuniu com a parlamentar nessa segunda-feira, 1°, para falar sobre a PEC 32/2020, que trata da reforma administrativa no serviço público. O SISEPE-TO aproveitou para frisar à parlamentar que é contrário à aprovação da reforma administrativa, porque a proposta altera trechos da Constituição Federal e provocará o desmonte não apenas da carreira pública, mas do serviço público.

 

Um dos pontos alvo de críticas é o fim da estabilidade e a senadora Kátia assegurou que também é contrária e que o Congresso deverá alterar esse ponto. A senadora destaca que a estabilidade do servidor público não é um problema e sim uma forma de proteger o Estado, o contribuinte e o cidadão que recebe o serviço público, pois não ficará à mercê das vontades dos políticos, garantindo assim a continuidade dos serviços.

 

Para o presidente do SISEPE-TO, Cleiton Pinheiro, a PEC 32/2020 é a continuidade do ataque aos trabalhadores, que já foram vítimas da reforma trabalhista e da reforma da previdência, duas grandes mudanças que trouxeram grandes prejuízos. "Agora temos um ataque direto aos servidores públicos, que têm sido alvo de constantes ataques dos políticos. Mas, o problema da falta de recursos não é o servidor público e sim a má gestão recorrente dos políticos da máquina pública. Não são os servidores que perdoam dívidas bilionários de caloteiros ou que deixam de aplicar os recursos públicos de forma correta", pondera Cleiton Pinheiro.

 

O SISEPE-TO enviará um documento com uma análise da PEC da reforma administrativa ao gabinete da senadora Kátia Abreu, destacando porque o sindicato é contrário à proposta. Participaram da reunião, além do presidente do SISEPE-TO, o vice-presidente, Milton Gomes da Rocha, e o diretor Jurídico, Clayrton Cleiber da Silva Carneiro Xavier. Também estiveram na reunião os diretores do Sindicato dos Trabalhadores em Saúde no Estado do Tocantins (Sintras) e do Sindicato dos Trabalhadores em Educação no Estado do Tocantins (Sintet).

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Seu comentário aguardará aprovação antes de ser publicado no site

Sem Comentários