Hemorrede Tocantins tem balanço positivo em 2019

Superintendência responsável divulgou dados de investimentos, ações e atendimentos realizados em todo o Estado

Publicado em: 19 de Dezembro de 2019
Foto Por: Nielcem Fernandes
Autor: Aldenes Lima/Governo do Tocantins
Fonte: Ascom
Sistemas tecnológicos foram implantados e implementados para auxiliar o trabalho das equipes

Implantação do sistema de fenotipados; reformas de unidades; aquisição de equipamentos; compra de veículos, implantação da Unidade Notificadora de Doenças Compulsórias; implementação do Software Hemovida ATWeb; monitoramento da cartela de indicadores; capacitações e diversas ações visando a captação de doadores e cadastro de medula óssea. Estas foram algumas das ações da Superintendência da Hemorrede Tocantins, realizadas de janeiro a novembro de 2019, que garantiram um melhor atendimento aos usuários e o abastecimento dos estoques necessários ao atendimento da demanda existente em todo o Estado.

Entre as obras, destaque para a reforma da Agência Transfusional do Hospital e Maternidade Dona Regina Siqueira Campos (HMDR), que além de atender aos leitos da unidade, recebe solicitação de hemocomponentes provenientes dos 14 hospitais privados de Palmas (284 leitos não Sistema único de Saúde - SUS). Além desta obra, a Hemorrede tem propostas cadastradas junto ao Fundo Nacional de Saúde (FNS) para a reforma das Unidades da Rede de Sangue do Tocantins; aquisição de equipamentos e mobiliários; reforma Hemocentro Coordenador de Palmas e reforma Hemocentro Regional de Araguaína, avaliadas em R$ 2.891.464,00.

Em 2019 foram adquiridos 86 computadores para o Hemocentro Coordenador de Palmas (46) e para o Hemocentro Regional de Araguaína (40); quatro veículos Kwid para Hemocentro Coordenador de Palmas (03) e para o Núcleo de Hemoterapia de Gurupi (01); sete câmaras de conservação de hemoderivados para o Hemocentro Coordenador de Palmas e dois veículos automotivos (aquisição oriunda de emenda parlamentar) para o Hemocentro Regional de Araguaína. "Temos ainda, um processo de licitação aberto para aquisição de veículos, serão quatro minibus, sete veículos sedans e quatro furgões, com recurso proveniente da Fonte 240 (ressarcimento dos custos operacionais do sangue fornecido a pacientes não-SUS), que reforçarão a frota de veículos, permitindo assim, o aprimoramento dos serviços prestados à população, com maior segurança e qualidade dos hemocomponentes fornecidos aos hospitais públicos e privados do Estado do Tocantins", destacou a Superintendente da Hemorrede, Pollyana Gomes.

No âmbito tecnológico foi implantado o sistema de fenotipados que garante a seleção de doadores de sangue raro compatíveis com a necessidade do receptor, permitindo agilidade no atendimento aos pacientes politransfundidos (falcêmicos, renais crônicos, pacientes oncológicos), com redução de descarte; a Unidade Notificadora de Doenças Compulsórias na Hemorrede e implementação do Software Hemovida ATWeb que possibilita o acompanhamento on-line do serviço prestado ao paciente (em funcionamento nas agências transfusionais do Hospital Geral de Palmas (HGP), do Hemocentro Regional de Araguaína e Hospital Dom Orione e em processo de implantação em Gurupi).

Aliado a isso, existe o monitoramento da cartela de indicadores, utilizados para controlar e melhorar o desempenho e a qualidade dos produtos e processos da organização; dando suporte à análise crítica dos resultados, às tomadas de decisão e ao planejamento e controle dos processos da organização, a qual indica 99,3% de satisfação do cliente. E, ainda, a adequação de sala no Ambulatório de Hematologia do Hemocentro Coordenador de Palmas para receber o estoque de procoagulantes, medicamento utilizado no tratamento de pacientes portadores de coagulopatias, o mesmo implementou seu parque tecnológico com a aquisição de novos materiais, equipamentos e insumos visando a prevenção, promoção e reabilitação física e musculoesquelética dos pacientes, utilizando recursos cinesioterapêuticos e de termoterapia, além de equipamentos para o laboratório de coagulopatias.

Para a captação de doadores de sangue foram realizadas atividades como palestras, coletas externas e campanhas com a culminância das ações no mês de junho, com as ações da Campanha Junho Vermelho (14/06 - Dia Mundial do Doador de Sangue), com destaque para a 1ª Corrida e Caminhada dos Anjos Amigos, em Araguaína. Além da doação de sangue, foram realizadas coletas de amostra de sangue para a inscrição de doadores voluntários que irão compor o Cadastro Nacional de Doadores de Medula Óssea para Transplantes do REDOME. Anualmente são realizados cercas de 4.847 cadastros de novos doadores voluntários de medula óssea, e três doadores chegaram à fase final de doação em 2019.

Entre os eventos realizados, está a Oficina de Planejamento da Hemorrede, com o objetivo de promover a qualificação dos gestores e técnicos, desenvolver habilidades e competências específicas para elaboração dos Instrumentos de Gestão do SUS e o I Seminário de Captação de Doadores e Triagem Clínica da Hemorrede do Tocantins, que qualificou 59 profissionais tocantinenses que atuam no ciclo do sangue e contou com a participação de palestrantes do Hemocentro do Paraná e Pernambuco. Houve ainda, as Oficinas do Ato Transfusional em Palmas e Araguaína para qualificação de profissionais que atuam no processo transfusional, desde a captação de doadores à transfusão de hemocomponmentes (60 profissionais entre médicos, enfermeiros, biomédicos, bioquímicos, farmacêuticos, técnicos de enfermagem e de laboratório).

A Hemorrede ainda aderiu ao Programa Nacional de Gestão de Custos do Ministério da Saúde e em parceria com o Núcleo de Economia em Saúde/SES-TO iniciará a implantação da Gestão de Custos em Palmas, no Hemocentro Coordenador, Unidade de Coleta e Ambulatório de Hematologia. Esta ferramenta viabilizará um melhor acompanhamento dos custos da instituição e subsidiará a otimização do desempenho dos serviços prestados e regularizou os profissionais médicos responsáveis técnicos por suas unidades atendendo solicitação da Vigilância Sanitária (VISA), Conselho Regional de Medicina (CRM) e preceitos legais.

Números

Em 2019, foram registrados 31.216 candidatos à doação; 21.356 doações; 5.021 cadastros de medula óssea; 3.039 consultas hematológicas e 56.624 hemocomponentes produzidos.

Quanto ao ressarcimento SUS, de custos operacionais do sangue e hemocomponentes, quando há fornecimento destes a usuários de instituições privadas de saúde, a Hemorrede faturou R$ 755.737,80 e recebeu R$ 367.372,40.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.