Quarta - Feira,
26 de Janeiro de 2022

Ministério da Saúde antecipa 600 mil doses pediátricas da Pfizer para janeiro

Mais de 20 milhões de doses para crianças de 5 a 11 anos já foram encomendadas pela Pasta para o primeiro trimestre de 2022

Autor: Ministério da Saúde

Fonte: Ministério da Saúde

Publicado em 11 de Janeiro de 2022 (Atualizado Há 2 semanas atrás)

Legenda: Sem Legenda

Autor da Foto: Myke Sena/MS

Em mais um passo para acelerar a campanha de vacinação contra a Covid-19, o Ministério da Saúde conseguiu antecipar a chegada de 600 mil doses de vacinas infantis da Pfizer para janeiro. Assim, a previsão de entrega para este mês passou de 3,7 milhões para 4,3 milhões.

O anúncio foi feito pelo ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, na manhã desta segunda-feira (10), na sede do Ministério, em Brasília. “Conseguimos antecipar com a Pfizer mais 600 mil doses da vacina pediátrica em janeiro. Serão 4,3 milhões de doses de vacina”, informou. “Quero tranquilizar todos os brasileiros: estamos conduzindo a questão da vacinação de uma forma muito apropriada”, completou o ministro.

Ao todo, o Governo Federal já encomendou mais de 20 milhões de vacinas pediátricas da Pfizer para o primeiro trimestre deste ano. Com a antecipação para janeiro, a entrega de vacinas Covid-19 nos três primeiros meses do ano está prevista da seguinte forma:

  • Janeiro: 4.314.000

  • Fevereiro: 7.272.000

  • Março: 8.418.000

Vacinação infantil

A decisão de incluir crianças no Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação contra a Covid-19 (PNO) foi anunciada pelo Ministério na última semana. A vacinação dos pequenos não é obrigatória e os pais que decidirem imunizar seus filhos devem procurar a recomendação prévia de um médico.

As vacinas pediátricas da Pfizer são parte do contrato assinado pelo Ministério da Saúde com a farmacêutica americana em novembro de 2021. Ao todo, o termo prevê a entrega de 100 milhões de novas doses de vacina em 2022, incluindo todas as faixas etárias que podem ser incorporadas ao PNO. As doses serão entregues às unidades federativas de forma proporcional à população de crianças em cada estado e no Distrito Federal. 

Mahila Lara
Ministério da Saúde

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Seu comentário aguardará aprovação antes de ser publicado no site

Sem Comentários