Sábado,
18 de Setembro de 2021

Vacinação contra a Covid: 33,71% completaram o esquema vacinal e estão totalmente imunizados; 64,45% tomaram a 1ª dose

Levantamento é feito junto a secretarias de Saúde dos estados. Somando a primeira, a segunda e a dose única, já são 209.459.158 doses aplicadas desde o começo da vacinação.

Autor: G1

Fonte: G1

Publicado em 11 de Setembro de 2021 (Atualizado Há 7 dias atrás)

Legenda: Vacinação no Brasil e nos estados nesta sexta-feira

Autor da Foto: Arte G1

Os brasileiros que completaram o esquema vacinal passam de 30% da população. São 71.901.248 pessoas que completaram o esquema vacinal com a segunda dose ou a dose única de vacinas, completando o esquema vacinal. Isso corresponde a 33,71% da população.

Os que estão parcialmente imunizados, ou seja, que apenas a primeira dose de vacinas, são 137.488.532 pessoas, o que corresponde a 64,45% da população.

A dose de reforço foi aplicada em 69.378 pessoas (0,03% da população).

Somando a primeira dose, a segunda, a única e a de reforço, são 209.459.158 doses aplicadas desde o começo da vacinação.

Os dados são do consórcio de veículos de imprensa divulgados às 20h desta sexta-feira (10).

De ontem para hoje, a primeira dose foi aplicada em 743.157 pessoas, a segunda em 1.473.711, a dose única 2.579, e a dose de reforço em 29.106, um total de 2.267.354 doses aplicadas.

Os estados com maior porcentagem da população imunizada (com segunda dose ou dose única) são o Mato Grosso do Sul (48,18%), São Paulo (43,88%), Rio Grande do Sul (39,85%), Espírito Santo (36,97%) e Santa Catarina (33,88%).

Já entre aqueles que mais tem sua população parcialmente imunizada estão São Paulo (75,87%), Rio Grande do Sul (67,70%), Santa Catarina (66,94%), Distrito Federal (65,75%) e Paraná (65,98%)

O levantamento é resultado de uma parceria do consórcio de veículos de imprensa, formado por G1, "O Globo", "Extra", "O Estado de S.Paulo", "Folha de S.Paulo" e UOL. Os dados de vacinação passaram a ser acompanhados a partir de 21 de janeiro.

Brasil, 10 de setembro

  • Total de pessoas que estão parcialmente imunizadas (que receberam apenas uma das doses necessárias): 137.488.532 (64,45% da população)

  • Total de pessoas que estão totalmente imunizadas (que receberam duas doses ou dose única): 71.901.248 (33,71% da população).

  • Total de doses aplicadas: 207.220.910 (83,75% das doses distribuídas para os estados)

  • Divulgaram dados novos (26 estados e o Distrito Federal): GO, PA, PE, PI, RO, SC, SE, AP, RR, PB, BA, AL, TO, RN, CE, DF, MA, MT, PR, RJ, RS, AM, MG, ES, MS, SP

  • 1 estado não divulgou dados novos: AC

Total de vacinados, segundo os governos, e o percentual em relação à população do estado:

  • AC - 1ª dose: 483.858 (53,35%); 2ª dose + dose única: 225.759 (24,89%); dose de reforço: 0

  • AL - 1ª dose: 1.890.266 (56,17%); 2ª dose + dose única: 916.014 (27,22%); dose de reforço: 0

  • AM - 1ª dose: 2.394.549 (56,08%); 2ª dose + dose única: 1.094.044 (25,62%); dose de reforço: 0

  • AP - 1ª dose: 426.027 (48,54%); 2ª dose + dose única: 157.459 (17,94%); dose de reforço: 0

  • BA - 1ª dose: 9.003.080 (60,08%); 2ª dose + dose única: 4.404.941 (29,4%); dose de reforço: 0

  • CE - 1ª dose: 5.668.394 (61,34%); 2ª dose + dose única: 2.790.174 (30,19%); dose de reforço: 0

  • DF - 1ª dose: 2.047.558 (66,17%); 2ª dose + dose única: 1.013.916 (32,77%); dose de reforço: 0

  • ES - 1ª dose: 2.599.727 (63,28%); 2ª dose + dose única: 1.518.738 (36,97%); dose de reforço: 2597

  • GO - 1ª dose: 4.343.973 (60,28%); 2ª dose + dose única: 2.066.492 (28,68%); dose de reforço: 0

  • MA - 1ª dose: 3.788.599 (52,96%); 2ª dose + dose única: 1.815.281 (25,38%); dose de reforço: 0

  • MG - 1ª dose: 13.925.299 (65,04%); 2ª dose + dose única: 6.542.815 (30,56%); dose de reforço: 0

  • MS - 1ª dose: 1.860.721 (65,54%); 2ª dose + dose única: 1.368.050 (48,07%); dose de reforço: 22.324

  • MT - 1ª dose: 2.055.658 (57,63%); 2ª dose + dose única: 943.976 (26,46%); dose de reforço: 0

  • PA - 1ª dose: 4.274.625 (48,7%); 2ª dose + dose única: 2.692.718 (30,68%); dose de reforço: 0

  • PB - 1ª dose: 2.572.740 (63,37%); 2ª dose + dose única: 1.124.860 (27,71%); dose de reforço: 0

  • PE - 1ª dose: 5.876.384 (60,74%); 2ª dose + dose única: 2.788.602 (28,82%); dose de reforço: 0

  • PI - 1ª dose: 1.953.477 (59,39%); 2ª dose + dose única: 915.172 (27,82%); dose de reforço: 0

  • PR - 1ª dose: 7.651.444 (65,98%); 2ª dose + dose única: 3.867.576 (33,35%); dose de reforço: 0

  • RJ - 1ª dose: 10.745.616 (61,53%); 2ª dose + dose única: 5.402.397 (30,94%); dose de reforço: 0

  • RN - 1ª dose: 2.184.274 (61,34%); 2ª dose + dose única: 1.123.951 (31,56%); dose de reforço: 0

  • RO - 1ª dose: 1.078.152 (59,39%); 2ª dose + dose única: 472.566 (26,03%); dose de reforço: 0

  • RR - 1ª dose: 273.653 (41,93%); 2ª dose + dose única: 91.995 (14,09%); dose de reforço: 0

  • RS - 1ª dose: 7.763.144 (67,7%); 2ª dose + dose única: 4.569.092 (39,85%); dose de reforço: 0

  • SC - 1ª dose: 4.912.715 (66,94%); 2ª dose + dose única: 2.486.421 (33,88%); dose de reforço: 0

  • SE - 1ª dose: 1.451.814 (62,08%); 2ª dose + dose única: 642.840 (27,49%); dose de reforço: 0

  • SP - 1ª dose: 35.390.786 (75,87%); 2ª dose + dose única: 20.469.343 (43,88%); dose de reforço: 44457

  • TO - 1ª dose: 871.999 (54,25%); 2ª dose + dose única: 396.056 (24,64%); dose de reforço: 0

Quantas doses cada estado recebeu até 10 de setembro

  • AC: 953.833

  • AL: 3.839.336

  • AM: 4.804.140

  • AP: 897.050

  • BA: 17.595.718

  • CE: 10.062.800

  • DF: 3.521.306

  • ES: 4.923.450

  • GO: 8.228.730

  • MA: 6.448.451

  • MG: 26.019.234

  • MS: 3.420.390

  • MT: 3.993.366

  • PA: 9.521.800

  • PB: 4.331.590

  • PE: 10.979.190

  • PI: 3.085.180

  • PR: 13.926.052

  • RJ: 18.296.626

  • RN: 4.154.170

  • RO: 1.815.968

  • RR: 688.398

  • RS: 14.492.736

  • SC: 9.019.860

  • SE: 2.487.810

  • SP: 60.366.502

  • TO: 1.719.300

  • As informações sobre população prioritária e doses disponíveis são do Ministério da Saúde.

  • As estimativas populacionais são do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Consórcio

O consórcio de veículos de imprensa foi formado em junho de 2020, em resposta a uma decisão do presidente Jair Bolsonaro de, na ocasião, restringir acesso a dados sobre a pandemia. Os boletins informam, atualmente, o número de pessoas mortas por coronavírus, a quantidade de contaminados e a média móvel, indicador segundo o qual é possível verificar em quais estados a pandemia do novo coronavírus está aumentando, diminuindo ou em estabilidade.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Seu comentário aguardará aprovação antes de ser publicado no site

Sem Comentários