Adolescente é apreendido por tráfico e confessa ter assassinado rival para ser aceito em facção criminosa, diz polícia

Ele também é suspeito de ter participado de furtos a casas em Araguatins. Justiça determinou internação do menor.

Publicado em: 03 de Dezembro de 2020
Foto Por: Divulgação/Polícia Civil
Autor: G1 Tocantins.
Fonte: G1 Tocantins.
Adolescente estava com porções de drogas e dinheiro quando foi apreendido

Um adolescente de 17 anos foi apreendido durante uma operação conjunta das Polícias Civil e Militar nesta quarta-feira (2) em Araguatins, no norte do estado. Ele vinha sendo monitorado pela suspeita de que tinha entrado recentemente para uma facção criminosa e teria participação em crimes como tráfico de drogas e invasões de casas na cidade.

 

A Justiça determinou a internação do menor e por isso os policiais montaram a operação para apreendê-lo. A ação foi chamada de 'Linha de Frente'. No momento em que o adolescente foi localizado, ele estava com porções de drogas e quase R$ 400 em espécie.

 

Ao ser ouvido na delegacia, o adolescente teria confessado mais um crime. Ele alega que assassinou um rival da facção criminosa a qual pertence para ser aceito no grupo. O processo é chamado de 'batizado' pelos criminosos.

 

O nome da vítima do assassinato não foi divulgado pela polícia. Segundo a Secretaria de Segurança Pública se trata de um homem encontrado às margens do rio Araguaia no dia 17 de novembro deste ano. O corpo já estava em decomposição quando foi localizado, no território de uma ilha fluvial da região.

 

A investigação é comandada pelo delegado-chefe da 1ª Delegacia Especializada em Atendimento à Mulher e Vulneráveis (1ª DEAM-V) de Araguatins, Eduardo Morais Artiaga. Ele informou que a polícia identificou um aumento na aliciação de menores por facções criminosas na região, este é o quinto caso do tipo este ano a ser registrado pela delegacia.

 

A organização criminosa a qual o menor disse pertencer é comandada a partir de São Luís (MA) e tem ramificações em Imperatriz, também no Maranhão.

 

O caso do adolescente apreendido em Araguatins está sob responsabilidade do Juízo da Vara da Família, Sucessões e da Infância e Adolescência de Araguatins, que vai definir quais medidas podem ser tomadas com relação ao menor e em qual instituição ele vai ficar internado.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.